Crise política prosseguirá em banho maria até reunião de quarta do STF

As reformas não andarão até que o STF desate o nó da crise política, quarta.

A crise política seguirá em banho maria até quarta-feira, quando o STF decidirá sobre a impugnação do inquérito aberto contra Temer.

Até lá, o STF terá que contar com o laudo pericial que mandou fazer sobre o grampo.

Caso isto não ocorra, o desatar do nó demorará mais tempo, mas com certeza o inquérito será provisoriamente suspenso até a decisão final.

5 comentários:

Anônimo disse...

Esses marginais do congresso só tem demonstrado o quanto eles legislam pelo povo e somente para o povo.

Anônimo disse...

A crise não é política é grise é moral e em todas as esferas do Brasil.

Todos se acham agora no direito de burlar as Leis.

São gatos de internet, de telefone, de luz, de água e as pessoas sérias não podem nem denunciar pois do jeito que está elas é que podem ser presas.

Está terrível conviver com isso.

Anônimo disse...

Se o STF consumar GOLPE com o apoio da empresas estado dependentes teremos 25 milhões de desempregados ao final do ano....Objetivo das forças vermelhas é fechar o congresso....e implantar os conselhos populares...e fazer uma constituinte popular...e tomar a grana e propriedade dos rentistas.. se segurem pessoal que os tempos serão de luta...Cuidem de tratar o inimigo como inimigo e não como adversários...acabou o MURO...ou melhor foi derrubado...agora ou se está de um lado ou de outro...Os tucanos, que devem ser promovidos a JEGUES, aprenderam isso amargamente...

Mordaz disse...

Temer sangra o país por interesse pessoal.

Anônimo disse...

Se havia alguma dúvida sobre o resultado, agora não tenho mais. Raros ministros ficarão "cheios de dedos" na hora do voto.