Câmara aprova projeto que permite altos salários para secretários municipais de Porto Alegre

A foto é de Elson Pedroso, Câmara de Porto Alegre.

A Câmara de Porto Alegre aprovou, na tarde desta quinta-feira, um substitutivo a um projeto de lei que permite que os integrantes do primeiro escalão passem a ganhar mais que o prefeito, respeitado o teto estadual. Com a nova lei, que será vetada por Marchezan Júnior, o cargo de secretário passa a ter o mesmo teto do de desembargador estadual, que é hoje de 30.471,11. Outra emenda excluiu do substitutivo um artigo que estabelecia como teto o salário de Marchezan, que é de R$ 19.477,40.

O substitutivo terá efeito em cascata sobre os salários de 540  municipários que ganham acima do teto de R$ 19,5 mil.

A proposta, que muda um artigo do Plano de Carreira dos Funcionários da Administração Centralizada, havia sido apresentada, ainda em dezembro, pelo ex-prefeito José Fortunati, a pedido do atual, Nelson Marchezan Júnior. Em março, porém, Marchezan assinou um decreto que proíbe os servidores de receberem salários maiores que o dele, considerado teto para o funcionalismo municipal

Pelo projeto aprovado, a verba de representação deve ser paga aos titulares de secretarias quando eles forem servidores efetivos do quadro ou cedidos de outra esfera de governo. A gratificação corresponde ao valor integral do subsídio que é pago hoje a um secretário.

15 comentários:

Anônimo disse...

Que absurdo!

Anônimo disse...

E o Governador do Estado mais rico do País ganha 21.000,00 Geraldo alckimin em São Paulo.

Anônimo disse...

Júnior, Júnior... Quando é mesmo que vai começar o teu governo??

Unknown disse...

E a farra continua!!!

Anônimo disse...

Ihhh, pelo visto o novato prefeito teve uma surpresa com o resultado da votação... pelo vistou de 5 a 8 cargos, como noticiado pelo cOlunista de ZH, foi pouco para fidelizar a sua "base"... pelo visto o feirão da câmara terá inflação record neste período... a votação do pacote chegando e valor aumentando... Se continuar assim vai faltar cargos no Município... É A VELHA POLITICAGEM TRAJADA COM O DISCURSO NA "NOVA POLITICA"!!!

Anônimo disse...


Que nada anônimo das 10:21, sem surpresa; é jogo de cena.. É só acompanhar que veremos todos votando a favor do aumento do IPTU, que o prefeito está a entabular para 2018...! Maravilha!!!
“Tudo como dantes, no quartel de Abrantes”.

Anônimo 2 disse...

E quem disse que ele vai vetar? Vai vetar não.

Anônimo disse...

Onde a Tabuada é desconhecida, somente com ferraduras.

Anônimo disse...

Final da estória para boi dormir, Prefeito veta e Câmara derruba o veto.

Anônimo disse...

Quando eu digo que tem que fechar aquele puteiro que não serve pra nada e consome Bilhões dos Povo de Pt. Alegre. Na Europa os Municípios são severamente fiscalizados por um Conselho Popular que nem Prédio possue. Se utilizam do Prédio da Câmara de Comercio Municipal, formada por um Conselho de Comerciantes que discutem sim o progresso e crescimento do Município. Estes Conselhos Municipais pagam merrecas, mas são disputadíssimos pelos honrados cidadãos eméritos das localidades.
Aqui, pelo contrário, uma fauna da pior espécie, luta pra se locupletar e proteger seus interesses, que são de uma virtuosa e desesperada ganância por cargos públicos.

Anônimo disse...

Se existe nesta cidade um cidadão honesto que pode ser advogado ou juiz, logo entrarão com uma petição judicial de embargo por tratar-se de lei que fere a Constituição federal. Ou seja PREVARICAR E' CRIME! Cadeia neles!

Anônimo disse...

O governo Marchezan é o retrato do caos, o mesmo que o Prefeito gerou dentro de seu próprio partido, fruto de uma conduta irascível e intempestiva. Isso que teremos ainda um longo tempo de gestão, que deverá ser calcada no conflito com os servidores e com a própria sociedade porto-alegrense, à exceção de uns poucos grandes empresários que o apoiam, e que não chegam a 0,001% da população da cidade.

Anônimo disse...

Não basta ser honesto...tem que parecer honesto...este estado...esta cidade dr Porto Alegre não tem jeito....Os nababos não desistem de suas mordomias e de seus altos salários.

Anônimo disse...

Temos que dar a eles uma leitura para essa gentalha aprender como um pais decente faz para progredir e respeitar o dinheiro do povo.....Um Pais sem Excelências e sem Mordomias...de Claudia Wallin...sobre como funciona o governo Sueco...
Ass: Miguel Vianna

Anônimo disse...

Falta divulgar como votaram os vereadores para que não sejam mais eleitos.