Bruno Araújo, Aloysio e Roberto Freire teriam pedido para sair do governo

O ministro da Defesa, Raul Jungman, também do PPSA, com,o Freire, tirou nota para garantir que não sairá do cargo. A permanência de Jungmann pode estar ligada a questões de segurança nacional.

Os ministros das Cidades, Bruno Araújo (PSDB) e da Cultura, Roberto Freire (PPS), arrepiaram o pelo.

Aloysio Nunes Ferreira, Relações Exteriores, PSDB, também estariam demissionários.

Os três ministros estão no rol dos políticos que a PGR quer investigar, já que foram, incluídos na Lista de Propinas da Odebrecht.

8 comentários:

Anônimo disse...

Aloysio Nunes Ferreira é um traidor do país, merecia ser linchado pela população. Além da lei de migração de sua autoria, ele tb quer abolir o comprovante de voto no papel, para ficarmos mais à mercê das urnas Smartmatic fraudadas.

Marcelo disse...

Aloisyo comunistão, lixo que fez a pec que vai abrir as portas pro islã.

Anônimo disse...

"A permanência de Jungmann pode estar ligada a questões de segurança nacional."
Poderíamos dizer: uma questão de segurança pe$$oal! isso sim!!!

Agora vamos ver quem realmente vai entregar o cargo.

Fernando disse...

Ratos abandonando o navio.

Anônimo disse...


FICA TEMMER, "...se é para o bem do Brasil, diga ao povo que fico". Palavras de
D.Pedro I aos Dragões da Independência, no famoso "Dia do Fico", quando optou pelo Brasil.

Parece que foi às margens do Rio Tietê-SP???

Anônimo disse...


Concordo.

IMPEACHMENT PARA ALOYSIO NUNES E TODOS OS PODERES BOLIVARIANOS, incluindo a GLOBO e toda mídia vermelha.

Anônimo disse...


FICA TEMMER, "...se é para o bem do Brasil, diga ao povo que fico". Palavras de
D.Pedro I aos Dragões da Independência, no famoso "Dia do Fico", quando optou pelo Brasil.

Parece que foi às margens do Rio Tietê-SP???

Anônimo disse...

Já vão tarde.