Rodrigo Puggina, Zero Hora - Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão

- O autor é advogado em Porto Alegre.

A famosa e antiga música popular brasileira já dizia o que muitos órgãos de controle nunca viram antes; talvez os conselheiros do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro consigam explicar os motivos disso. Agora, tente esquecer-se de declarar o recebimento de R$ 1 na declaração de Imposto de Renda para ver se não cai na malha fina dos órgãos de controle. Vá entender.


A divulgação das delações dos executivos da Odebrecht é devastadora. Somente uma empresa, executivos de uma única empresa, conseguiu fazer com que se instaurassem inquéritos contra centenas de políticos, incluindo ex-presidentes e um terço do Senado da República — imagine, então, se a moda das delações alcançasse outras empresas.

CLIQUE AQUI para ler tudo.