sexta-feira, 14 de abril de 2017

Planilha aponta pagamento de dinheiro sujo a 27 políticos do Rio Grande do Sul

Do total, nove estão entre os alvos dos inquéritos. Planilha aponta pagamento de caixa 2 a 27 políticos do Rio Grande do Sul. Construtora entregou aos investigadores planilha com o registro de R$ 245,9 milhões de repasses via caixa 2 para candidatos de diferentes partidos.

 Para reforçar as informações fornecidas por seus delatores à Procuradoria-Geral da República (PGR), a construtora Odebrecht entregou aos investigadores planilha com o registro de R$ 245,9 milhões de repasses via caixa 2 para candidatos de diferentes partidos do RS, em eleições entre 2008 e 2014. O material traz nomes, apelidos, cargos disputados e os respectivos valores doados de forma ilegal.

Os documentos são cópias fiéis, saíram do Drousys, sistema pelo qual a Odebrecht usava para fazer pagamentos de recursos ilícitos, então, são cópias fiéis — explicou aos investigadores Benedicto Júnior, ex-diretor da Odebrecht Infraestrutura.

A planilha também traz o "propósito" do caixa 2: "Disposição para apresentar emendas", "defensor de concessões e privatizações", "político influente em seu partido", "pedido de apoio à sua base de aliados" e "doação a pedido do candidato" estão entre os motivos apontados.

11 comentários:

Anônimo disse...

só sei de uma coisa,a querida do editor tá lá, Yeda Crusius,com as mãos sujas da mesma lama que o Lula e a Dilma.

Anônimo disse...

Jornalista Polibio: Seus comentários estão pra lá de genéricos. Quem sabe um post sobre cada um dos políticos e os contratos/interesses que cada um representava. Está na hora de seres mais didático. Powerpoint neles. A eleição de 2018 esta aí. Hora da faxina geral...!!!

Anônimo disse...

Já tem gente dando a culpa no sistema Drousy dizendo que este sistema é golpista.

Anônimo disse...

Agora acaraiou tudo.
O “Sistema” tanto lutou para esconder o que muita gente já desconfiava, mas não teve jeito.
O verdadeiro “grande” partido do Brasil é o PCPC.
Não é uma sigla registrada no TSE, mas tem tantos integrantes em todos os partidos “consentidos” que às vezes chega a se confundir com um deles.
Esse partido incógnito permite que seus membros usufruam as benesses do sistema oficial em qualquer “ajuntamento”, podendo mudar quando lhe der na telha. Isso é o de menos, pois todos fazem parte do “Sistema”.
A Lava-Jato iluminou o “Sistema” e ele vem sendo exposto diuturnamente pelos vídeos dos delatores.
Não dá mais para esconder o PCPC, agremiação centenária, que sempre dominou o Brasil, independentemente de regime.
Hoje tem muita gente se sentindo como um cachorro que caiu de um caminhão de mudança.
Seu bandido de estimação foi descoberto, e agora?
Como digerir o fato da Manoela, Maria do Rosário, Lula, FHC e Aécio integrarem a linha de frente do PCPC?
Muitos ainda não se desesperaram: sabem que o PCPC continua agindo na surdina, como sempre, principalmente junto aos “homens de preto”.
Só que, com os jovens e brilhantes cineastas de Curitiba e seus adeptos em vários escalões, a saga da revelação do PCPC – Partido dos Corruptos Pra Caralho, terá novos episódios, sempre sob o patrocínio da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.
Aguarde. Breve, em uma coletiva da Força-Tarefa.

Anônimo disse...

Pois é, parece que nossos políticos não contavam com o DROUSYS! FAIÔ corruptos, agora a cana é certa!

Flavio Martins disse...

Cadê os nomes?

Anônimo disse...

E QUANTOS da BAHIA?

Anônimo disse...


Políticos defensores de concessões e privatizações e reformas que empurram o trabalhador para o sistema privado.

É bem simples, apesar de toda campanha contra o funcionalismo público, a propina funciona mais fácil com as empresas que assumem as concessões e privatizações.

Eis o motivo de existir tantos Cargos em Confiança no serviço público.

Os salários dos políticos é o que menos importa no final do mês, o caixa 2 funciona muito bem.

Anônimo disse...

Braskem, que controla o Polo Petroquímico de Triunfo, teria condicionado apoio financeiro a Yeda à prorrogação das isenções fiscais do grupo. O pedido teria sido atendido em junho de 2008, quando Yeda já era governadora
http://m.zerohora.com.br/284/noticias/9772009/video-delatores-detalham-repasses-de-caixa-2-a-campanha-da-ex-governadora-yeda-crusius

Anônimo disse...

Lista o nome dos Politicos "em atividade" do RS editor, para teus blogueiros faXistas verem os nomes de onix, yeda, Rigoto, Frederico Antunes, Padilha, Perondi, etc. ao lado dos nomes do PT, Pc do B. Apenas para ver a reação dos juizes de plantão e se vão aplicar a "Teoria do Dominio do Fato" nos Politicos de Estimação deles, como fazem com os outros.

Anônimo disse...

Defensor de concessões e privatizações.....Igual ao mestre Polibio.....Kkkk tudo dominado....