O Globo deixa claro que Lula não passa de pelego, um traidor da classe operária

Lula, seu irmão Frei Chico, como também seu adversário, Paulinho da ForçaSindical, não passam de pelegos engordados pelo dinheiro de empresas como Odebrecht, tudo para domesticar seus operários.


A manchete de capa do jornal O Globo confirma o que o editor revela hávários anos aqui neste espaço:Lula e boa parte dos líderes sindicais da sua geração, inclusive seu irmão, o comunista Frei Chico, não passam de pelegos, traidores daclasse operária. No livro "Asssassinato de Reputações', Tuma Júnior conta esse cara perversa de Lula, que serviu aos interesses da ditadura militar, com,o comprova a repoi]rtagem a seguir:

Além de relatar pagamento de despesas pessoais de Lula, mesada para um irmão e contribuições para um filho do ex-presidente, os donos da Odebrecht delataram à Lava Jato que tiveram ajuda dele no movimento sindical.
“Ele (Lula) criou as condições para que eu pudesse ter uma relação diferenciada com os sindicatos”, contou Emílio Odebrecht, ao revelar que conheceu o petista no fim da década de 70 e que o então sindicalista do ABC Paulista o ajudou a conter greve de empregados da construtora na Bahia.
O Lula bon vivant:
Um dia, quando já era real a chance de Lula se eleger, o empreiteiro procurou o petista e ele garantiu que não estatizaria o setor petroquímico.

O empresário relembra uma conversa com o general Golbery Couto e Silva sobre Lula para dar sua visão sobre o ex-presidente: “Emílio, Lula não tem nada de esquerda. Ele é um bon vivant” (teria dito o general).