O aval dos juízes (servidores públicos) ajudou a encorpar a greve de sexta-feira

Através das suas entidades, os juízes federais e estaduais gaúchos subiram nos carros de som das centrais sindicais pelegos lulopetistas que não querem as reformas que vão sendo aprovadas uma atrás da outra no Congresso.

Como os juizes, as demais categorias do serviço público, como promotores, procuradores, defensores público e professores, também foram para as ruas via seus líderes.

Todos são contra as reformas que cortam as mesadas do imposto sindical e acabam com seus privilégios comparativos com trabalhadores comuns.

Mas o juiz federal Gerson Godinho, presidente das Jufergs, parece que não sabe de nada, porque de cima do caminhão de som, bradou:

- Não somos contrários à reforma da Previdência, desde que se demonstre necessária.

Sim, pois não.

CLIQUE AQUI para entender as porincipais mudanças propostas.

18 comentários:

Anônimo disse...

Mas o juiz federal Gerson Godinho, presidente das Jufergs, parece que não sabe de nada, porque de cima do caminhão de som, bradou:

- Não somos contrários à reforma da Previdência, desde que se demonstre necessária.

Não é um juiz, é um brincalhão ou muito mal intencionado..

Anônimo disse...

E lá isso é proibido, reivindicar melhores condições de trabalho?
Então estamos numa DITADURA PMDEBISTA mesmo???

Anônimo disse...

Grandioso e o forte discurso do Ex-governador Olívio Dutra ontem na Cidade do Rio Grande.

Anônimo disse...

Finalmente o editor admitindo que a "greve geral" foi a maior de todos os tempos? Lembrando que "greve" não é "manifestação com aglomerado de pessoas", greve é quando o trabalhador não vai ao serviço ou se vai cruza os braços ou se junta aos sindicalistas.

Anônimo disse...

Para 70% das empresas de SP, reforma trabalhista não incentivará contratações. Pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) mostra que apenas 22,2% dos empresários paulistas acreditam que a reforma trabalhista incentiva muito a ampliar os investimentos e as contratações de empregados; a maioria dos empresários considera que as mudanças não trarão grandes incentivos.

Anônimo disse...

OMBUDSMAN DA FOLHA ADMITE: NA SEXTA, O BOM JORNALISMO ADERIU À GREVE GERAL. brasil 247. Em sua coluna neste domingo, a ombudsman —uma espécie de "fiscal da qualidade editorial"— da Folha de S.Paulo, Paula Cesarino da Costa, admitiu a cobertura enviesada e pouco esclarecedora da grande imprensa, incluindo a de seu próprio jornal, na cobertura da maior manifestação popular em duas décadas: "Na sexta-feira, o bom jornalismo aderiu à greve geral. Não compareceu para trabalhar", resume...

Anônimo disse...

Sim... saindo de uma ditadura do PT !!

Onde todos são obrigados a roubar em prol de poucos !

Anônimo disse...

FGV: GREVE GERAL FOI O EVENTO MAIS COMENTADO NA INTERNET DA HISTÓRIA DO BRASIL, Estudo da Fundação Getúlio Vargas conclui que as menções à greve geral do último dia 28 de abril a tornaram um evento, nas redes sociais, mais importante que as manifestações pró-impeachment de 2015 e 2016; todos os recordes foram batidos, revela Miguel do Rosário, editor do Cafezinho.

Anônimo disse...

Eh piada? Kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Quem está revindicando o quê? Os trabalhadores que estavam trabalham na sexta ou sindicalistas que vão perder a "boquinha" das empresas na reforma? A maioria dos sindicatos nunca fizeram nada pelo trabalhador normal. Perguntei para um amigo meu sindicalista o que ele achava dessa história a OAB ter apoiado as greves e ele disse "porque o patrão vai usar o advogado dele para intimidar o trabalhador"! Tenha paciência! Grandes empresas usam o RH para fazer isso, pequenas empresas não pagam advogados! Quem ganha são os advogados porque agora não terá mais sindicato para intervir. NUNCA vi nenhum trabalhador usar advogado de sindicato! Sindicato não te dá nada só tira! Se essa reforma não mexesse com eles, eles seriam os primeiros a serem a favor! Eles esquecem que os moldes dela vieram no Governo Lula e Dilma, assim como a reforma da previdência. Está na hora de eles cumprirem o papel deles de verdade e não só como fachada como sempre fazem. Está na hora de mostrarem qual é a real vantagem de alguém estar num sindicato.

Anônimo disse...

São coisas diferentes, como diria SALOMAO, o justo. Uma coisa é o protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência , outra coisa é a violência dos MILICIANOS do PT, CUT, MST, MTST e de terceirizados, que agrediram pessoas, incendiaram ônibus, fecharam ruas e estradas, depredaram bens públicos , revoltados contra o FIM da contribuição sindical obrigatória, que rendia TRÊS BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES , anualmente, aos 16.431 SINDICATOS , sem prestação de contas, por fruto de Lei imoral, sacana, sancionada por LULA. !!!

Anônimo disse...

São coisas diferentes, como diria SALOMAO, o justo. Uma coisa é o protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência , outra coisa é a violência dos MILICIANOS do PT, CUT, MST, MTST e de terceirizados, que agrediram pessoas, incendiaram ônibus, fecharam ruas e estradas, depredaram bens públicos , REVOLTADOS contra o FIM da contribuição sindical obrigatória, que rendia TRÊS BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE REAIS , anualmente, aos 16.431 SINDICATOS , SEM PRESTACAO DE CONTAS , fruto de LEI IMORAL e sacana, sancionada por LULA. !!!

Anônimo disse...

Estado só de direitos para quem? Para uns poucos...

Anônimo disse...

Não se façam bestas, petistas!
Juiz faz parte do Poder Judiciário.
Por falar nisso, quanto ganha mesmo um juiz?

Anônimo disse...

Essa notícia dá pra interpretar.
Lembra a presença dos juízes na assembléia,quando do assunto do duodécimo.
Agora,baixaram de suas torres de castelos,para mais uma vez,defenderem seus bolsos.
Conclusão:Juiz vive sumido.
Mas quando seus bolsos e vantagens estão ameaçados,eles aparecem entre o povaréu,como se fossem um deles.
Me engana que eu gosto fdp.

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKK PELEGADA , NÃO QUEREM DEIXAR AS TETAS ...........

Anônimo disse...

EFEITO da CF/1988, são CASTAS de alto nível financeiro defendendo seus interesses contra a PLEBE!

Anônimo disse...

Só uma coisa levanta esta merda de país, apenas economicamente claro, PRIVATIZAÇÃO JÁ!!!