No evento da Lide em Foz, Doria demonstra pique de candidato total ao Planalto

O deputado Jerônimo Goergen, PP, o único deputado gaúcho que participa do 16o Forum Empresarial que a Lide realiza desde ontem em Foz do Iguaçu, disse ao editor que conversou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que também está no evento, e que ele garantiu que na semana que vem colocará em votação a proposta de reforma trabalhista.

Sobre João Doria (foto ao lado) que ontem esteve em Foz, disse o deputado ao editor, esta manhã:

- Ele demonstra pique de candidato total ao Planalto.

João Doria é unanimidade no evento, recheado de pesos-pesados do empresariado brasileiro, que demonstram até excesso de otimismo com a retomada do crescimento econômico, depois de domada a inflação e a crise de governabilidade.

Só quem não gosta de João Doria é o senador Romero Jucá, que falou ontem, atacando-o obliquamente:

- Não podemos eleger um justiceiro e nem um bravateiro.

No caso, Bolsonaro ou Doria.

CLIQUE AQUI para saber tudo sobre o Forum, que irá até amanhã.

20 comentários:

Nélio disse...

Ver o desespero de um patriota do quilate de Jucá não tem preço.

Anônimo disse...

Cuidado com os Fabianos.

O problema não é o Dória, o problema dele é o partido dele e o antro de gatunos que vem de reboque. Aqueles velhotes comunistas como o Goldman que estão ali só para enterrar ainda mais o Brasil assim como os petralhas.

Melhor é deixar sem governo, olhem a Espanha 1 ano sem governo e voltou a crescer a economia......

Anônimo disse...

Dória é contra todas as pautas conservadoras, é mais um "social democrata" tucano, é desarmamentista e não foi contra a famigerada nova Lei de Migração aonde veremos a "islamização" do Brasil, queremos Bolsonaro em 2018 !

Anônimo disse...

COMUNISTÃO SE FAZENDO DE CONSERVADOR...COM O MEU VOTO ELE NÃO GANHA

Anônimo disse...

O choraozinho da Lava Jato continua viajando com nosso dinheiro canalhinha?

Anônimo disse...

realmente nao precisamos de justiceiros...

precisamos é de mais bandidos do que ja temos...

é preciso escovar esse Senado com creolina...

Anônimo disse...

Doria so precisa entender que tem de largar mao dessa social-democracia...

nao engolimos mais essa merda de politicas progressistas...

se ele se livrar dessa tucanada pelega, ganha no primeiro turno...

se nao quiser ser o novo presidente da Republica por causa do seu padrinho Xuxu, sinceramente, vai assinar o maior atestado de burrice ja acordado nessepaiz...

a presidencia esta lhe caindo no colo e ele fica de onda em defender esse Xuxu boca mole...

Anônimo disse...

Enquanto isso o padrinho politico do Dória, Geraldo Alckmin (PSDB) e seus entusiastas não escondem o clima de incerteza que se abateu sobre o projeto do tucano para concorrer à Presidência em 2018; "Aliados de Geraldo Alckmin já verbalizaram que o teor de sua citação na delação da Odebrecht diminuiu a possibilidade de ele ser visto pela totalidade da sigla como um presidenciável com chances de êxito", diz a coluna Painel, da Folha, neste sábado. Mas a tucanada de SP (que prega moral de cuecas contra o PT) só vota em tucano.

Anônimo disse...

a pergunta é o Doria é empresario do que mesmo? o que é essa tal LIDE ? para mim empresário é quem constrói algo essa "empresa" dele so faz "palestras" entre empresários e políticos é mais uma vez o exemplo do liberal brasileiro que vive nas costas do Estado, agora para enganar trouxa se apresenta como o "anti-lula" onde ele esteve nos ultimos 13 anos que nunca tinha ouvido uma palavra contra o PT até virar moda

Anônimo disse...

Este ... nem com Tenaz... cola...

Anônimo disse...

entre o justiceiro e o engomadinho, fico com o justiceiro

Anônimo disse...

A febre do Pato — Com FHC eles assaltaram as estatais, agora vieram roubar a Constituição. Bajonas Teixeira. Após o gigantesco assalto da era FHC, que subtraiu do país as empresas construídas com os recursos públicos de gerações de trabalhadores, e deixou ao estado uma imensa dívida, os empresários voltam famintos para devorar um novo butim. Dessa vez, além da carne, ou seja, além dos bilhões em lucros, eles querem devorar também os ossos, isto é, a parte sólida que resguarda o país de se tornar um imenso lixão humano. Querem roubar a Constituição e as leis, os direitos dos trabalhadores (saúde, proteção, aposentadoria, dignidade, etc.). Dessa vez, se não houver reação, não vão deixar pedra sobre pedra.
Nos anos FHC, com o auxílio luxuoso da mídia, os empresários brasileiros e seus parceiros estrangeiros assaltaram as estatais e lucraram fábulas. A mídia dia e noite pintava as empresas estatais como “elefantes brancos”, como “dinossauros”, como “jurássicas” e deficitárias. Ser funcionário público era quase um crime. Vale, Embraer, Usiminas, Copesul, CSN, Light, Acesita, as ferrovias, os bancos estaduais, tudo foi privatizado. Como pagamento, aceitou-se “moedas podres”, título de dívida pública sem valor, e o BNDES emprestou aos empresários, com juros de pai para filho, para comprarem as “moedas podres”.
Possíveis prejuízos aos empresários, como dívidas trabalhistas, dívidas das empresas, e coisas do gênero, passaram para o estado, que chamava essas iniciativas de “saneamento”. Com tudo isso, o poder público, comandado por FHC na presidência e por Serra no ministério do Planejamento, se gabou ao fim ter arrecadado 85.2 bilhões. O jornalista econômico Aloysio Biondi provou, ao contrário, que o governo pagou para vender as estatais (saneamentos, empréstimos, moedas podres, etc.). Pagou 87.6 bilhões, portanto, 2.4 bilhões a mais do que recebeu. Vejam o best seller O Brasil privatizado. Esse foi o resultado da privataria tucana, título do livro de Amaury Ribeiro Jr. publicado mais recentemente.
Naquela época como hoje, valia tudo para produzir os resultados. As torres de transmissão de energia, por exemplo, para apressar a privatização na área eram explodidas à dinamite, com a intenção de causar o maior prejuízo possível à população com os “apagões”. Leia-se essa matéria da Folha sobre um desses atentados terroristas que ameaçou deixar sete estados sem luz. O terrorismo era a forma mais radical de propaganda pro-privatizações. Nunca um autor foi achado, e alguém foi punido. Ao contrário. Esqueceu-se de tudo como se nunca tivesse existido.
Quando a população acordou da hipnose da mídia, com as mesmas Globo e Folha de São Paulo à frente, percebeu a cilada em que tinha caído, jogou-se aos soluços sobre o muro das lamentações, abriu o esguicho lacrimal gemendo e xingando FHC. Até elegeu Lula. Mas era tarde demais.

Dessa vez, a mídia volta com seus mesmíssimos métodos de redução mental e hipnose, propaga mentiras absurdas e vaza processos sigilosos incessantemente criando uma nova forma de terrorismo para abalar a opinião pública. Os processos espetáculos contra Lula são a moeda podre com que, nesse momento, se paga uma nova onda de destruição do patrimônio público, que se compõe dos restos das privatizações e do roubo da Constituição e dos direitos trabalhistas. Para nem falar da imagem e da dignidade do país no exterior, hoje destruídas...

Anônimo disse...

Concordo!!! Bolsonaro 2018 👍🏻

Carlo Germani disse...

Escrevam aí: se Doria sair da prefeitura de São Paulo,para qualquer candidatura a governador ou presidência da República,perderá a eleição.

Em 16 de dezembro próximo,Doria,fará 60 anos.
60 anos é o 5º ciclo de 12 anos na ciência numerológica.
Será,por um ano,període de megas provações.
Quem viver verá!

Anônimo disse...

DÓRIA serve para fazer propaganda de sabonete, e olhem lá! Virou ídolo dos direitobabacas...

Marcelo disse...

Dória é islamizador, não engana ng.

Anônimo disse...

Esse é do PSDBosta, outro partido-lixo. Bolsonaro Presidente!

Anônimo disse...

Bolsonaro 2018!

Anônimo disse...

Verdade, temos que eliminar estes partidos socialistas...

Anônimo disse...

Doria comunista? Haha tem cada extremista nesse blog...so podem estar brincando. Acho Doria superficial, está fazendo muita marola e pouca onda em SP.Mas pode vir axser uma alternativa (ruim) diante de doidos como bolsonaro, Ciro e sem noção como.marina Silva e a esquerda. A q ponto chegamos!!!