Moro enfia ladrão petista André Vargas em mais quatro anos de cadeia

Na época o trodo-poderoso vice da Câmara afrontou Joaquim Barbosa em pleno Congresso. Ele já roubava, a serviço do PT e dos governos Lula e Dilma. 

O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-deputados federal André Vargas (ex-Pt, atualmente preso e sem partido/PR) a quatro anos e seis meses de prisão por crime de lavagem de dinheiro, na compra de sua casa, em Londrina (PR). A decisão é desta quinta-feira.

Ex-vice-presidente da Câmara, ele foi condenado a 14 anos e quatro meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.


"O condenado recebeu propina não só no exercício do mandato de Deputado Federal, mas também da função de Vice-Presidente da Câmara dos Deputados, esta entre os anos de 2011 a 2014, período que abarca os fatos objeto desta ação penal (maio a novembro de 2011). A responsabilidade de um Vice-Presidente da Câmara é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes", decidiu o juiz da Lava-Jato.