Modesto Carvalhosa, Flávio Bierrenbach e José Carlos Dias - Manifesto à Nação

Impõe-se a mobilização da sociedade por uma Constituinte originária e independente

O Estado de S.Paulo

Os constantes escândalos comprovam a inviabilidade do vigente sistema político-constitucional. Ele representa um modelo obsoleto, oligarca, intervencionista, cartorial, corporativista e anti-isonômico, que concede super-salários, foros privilegiados e muitos outros benefícios a um pequeno grupo de agentes públicos e políticos, enquanto o resto da população não tem meios para superar a ineficiência do Estado e exercer seus direitos mais básicos.

A Constituição de 1988 transformou a burocracia num obstáculo perverso ao exercício da cidadania. Ela é fruto de um momento histórico bastante peculiar, o fim de um regime de exceção, que não corresponde mais à realidade do Brasil; representa um conjunto de interesses e modelos que já em 1988 estavam em franca deterioração no mundo civilizado.


Por ser um compromisso de interesses entre as forças que disputavam o poder após a ditadura, a Carta de 88 foi recheada de casuísmos e de corporativismos. Estabeleceu um absurdo regime político que se nutre de um sistema pseudo-partidário, excessivamente fragmentado e capturado por interesses de corporações e de facções político-criminosas. 

CLIQUE AQUI pra ler tudo.

18 comentários:

Anônimo disse...

E quem vai escrever e aprovar a nova CF? Os mesmos que hoje estão se preparando para irem presos?

Anônimo disse...

Agora sim estamos falando de coisa seria.
Esta constituição de 88 é a porta de entrada para a corrupção.
Favorecimentos a politicos de tudo que é laia de partido...O brabo é fazer com quem?...Com os vagabundos q aí estão?

Mordaz disse...

Acabar com estabilidade levaria a todos os cargos a serem de confiança e preenchidos por indicações políticas. Todos devedores da indicação para algum político.

Anônimo disse...

Ver Maria do Rosário e Manuela DÁvila na lista da Odebrecht ão tem preço, é de gargalhar !!!

José disse...

Políbio, tudo dominado.

Agora há pouco meu neto me chamou e falou que tinha 2 cavalos sem perna, não 1,lá na tv no começo não entendi mas fui ver:

passava programa para achar 1 diferença nas figuras, só que realmente tinham 2 desenhos com diferenças. 2 cavalos sem uma das pernas traseiras.

Realmente tudo dominado.

Anônimo disse...

>>

Se Lula voltar em 2018, ele vai roubar o que sobrou da Petrobrás.

Fora Lula!! Lula na cadeia já!!! Fora ORCRIM petista!!!


<<

Anônimo disse...

Tarso propôs uma constituinte exclusiva para a reforma política e foi ridicularizado. Inclusive pelo incoerente editor deste blog.

ARS disse...

Melhor não inventar nenhuma gambiarra agora. Façam cumprir a lei, prendam os corruPTos e votem em gente honesta. Depois, com tudo mais calmo, é que se deve pensar em uma nova constituinte mais enxuta e racional, sem as contradições ridículas da atual.

Anônimo disse...

temos que invadir brasilia e correr com todos, pois a camara e o senado sao nossos e nao destes politicos bandidos,q estao legislando em causa propria o q é ilegal é contra a lei, como que bandidos querem mudar e fazer leis p se favorecerem, nao querem acabar com o foro privilegiado pois querem continuar impunes ja que ficam 9 anos na gaveta do stf escondidos atras do tal foro privilegiado, se fossem pra curitiba na lava jato seria rapida a condenaçao , o juiz moro só julga quem nao tem foro privilegiado como lula, nao tem nada a ver com os politicos que se escondem no stf e ficam 9 anos na gaveta como o reu renan calheiros aliado do pt ficou, só virou reu depois de uns 9 anos engavetado, temos q impedir tambem a tal lei d abuso d autoridade feita pelo reu renan ele quer calar a justiça prender juizes e promotores e escapar da jaula, a justiça ja tem lei q a pune e este reu nao tem moral p mudar lei

Anônimo disse...

Fora o " FORO PRIVILEGIADO ". Somos todos iguais perante as leis brasileiras. Julgamento de ladrão deve ser na primeira instância. A Administração Pública deve ser transparente e não obscura como vem acontecendo.

Anônimo disse...

É uma proposta inicial, mas não sei quantas vezes li plebiscito e referendo nessa proposta. Esse povo da área jurídica sabe quanto custaria isso à nação. As pessoas precisam aprender a votar. Participar por via direta somente nas exceções das exceções. Ou acaba com o Congresso e cria o orçamento participativo nacional(se nem o municipal funciona, imagina o nacional). Acabar com a estabilidade de servidores, exceto área jurídica e militares claro. Ou seja, as castas mais privilegiadas atualmente terão a estabilidade mantidas? Mas quem vai ter coragem de multar os políticos, ou juízes ou membros do MP por tributos não pagos, ou qual o policial que vai enquadrar bandidos perigosos, amigos de políticos, de membros do MP ou de juízes?

Anônimo disse...

cassaçao ja do pt -partido das trevas

Anônimo disse...

Concordo Mordaz, sem os agentes públicos , que foram aprovados em concurso Público , que estudaram muito para serem aprovados, às vezes 3, 4, 5 anos de estudo, e exercem funções públicas relevantes, quem fará o trabalho deles??? Os CCs da ocasião , do partido do momento? Ou os parentes de políticos ??? Ou seria feito um sorteio para ocupação das vagas ??? O serviço público é relevante para a sociedade, valorizem o serviço público .!!!

Anônimo disse...

Os Lideres dos "Partidos" da esquerda escarlate, Lideres de "Sindicatos" e Lideres de Movimentos"Sociais" são todos coxinhas, os incautos que os seguem são todos "mortandelas".Parlamentarismo é a melhor forma de Govermo para um País continente como o Brasil.

Anônimo disse...

Exato. E salvo engano, Modesto foi contra o impeachment.

Unknown disse...

Copiem a constituição Norte Americana que é consolidada e funciona!!!
Aqui só fazem merda!!!

Jr disse...

Aham. Vamos abrir a caixa de pandora. E salvem-se quem puder!!!

Nelson disse...


Acho que será a vez dos Moralhas, Doralhas, Globalhas, sai Petralhas, padalhas, psalhas, judalhas, Pmdalhas, outros e o trem da alegria vai passar, passar, passar, o mundo de Seul a Amerinha dos Roubalhas.