MO enviou a Dilma documentos para provar repasses de dinheiro sujo para sua campanha de 2014

O ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, enviou à presidente Dilma Rousseff, por meio do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), documentos que demonstravam o caixa dois em sua campanha de 2014. O objetivo seria demonstrar que a petista não estava blindada na crise de corrupção que se instalou em seu governo e pressioná-la a tomar providências quanto ao avanço da Lava Jato. MO teria apresentado ao petista o material sobre os repasses ilegais à chapa Dilma-Michel Temer.  "O que o Marcelo disse foi que tinha passado uma mensagem à presidente Dilma, porque o Pimentel era muito próximo dela: a comprovação, por meio de documentos, de que contribuições com recursos não contabilizados tinham sido feitas à campanha", afirmou o colaborador, explicando que o chefe visava a "catalisar uma atitude" do governo. "Eram tempos já desesperadores", acrescentou.

 Dilma teria pedido a Giles Azevedo, um de seus auxiliares mais próximos, para ficar "em cima do tema contribuições".

O relato foi feito pelo ex-diretor de Crédito à Exportação da Odebrecht Engenharia e Construção João Nogueira em depoimentos à Procuradoria-Geral da República (PGR). Ele descreveu uma série de encontros com Pimentel no fim de 2014 para tratar de estratégias para evitar que as investigações levassem o governo petista e a empreiteira a uma debacle. Na época, o petista havia acabado de se eleger governador, após um período de pouco mais de três anos como ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

7 comentários:

Anônimo disse...

Além de ser gorda, feia, ignorante, burra, mentirosa e corruPTa é também ladra!

Anônimo disse...

Essa chinelona pensa que engana alguém, chegou a vez do judiciário mostrar a cara, ou vai dar merda nesse país!

Anônimo disse...

Se for verdadeira esse noticia fica pior para o traíra, afinal, além do checão nominal de milhão, a reunião no Palácio do Jaburu com MO para arrecadar $ e outra delação que da reunião para arrecadar 40 milhão, o traíra se afunda cada vez mais. Pelo andar da carruagem, digo, das delações, tá começando valer a pena a Dilma separar as contas do traira.

Anônimo disse...

Não tem como esconder tanta corrupção. Mesmo criando e operando um sistema "drousys". Uma hora a coisa desanda.

Anônimo disse...

Enquanto isso, saiu o UOL (16/02/2017) que Dilma usará entrevista de Temer para contestar legalidade do impeachment, ou seja, o TSE não tem checão de 1 milhão nominal para Dilma, tem para o traira; Não tem reunião no planalto com MO para dinheiro da campanha do PT, mas tem reunião no Jaburo do traira com MO para dinheiro da campanha do PMDB, ou seja, o traira, que vai ter que pedir para seus apaziguados do TSE que absolva a chapa, não por causa da Dilma, para por causa própria.

Anônimo disse...

SEM PIXULÉCOS a vida é uma DUREZA, hem, petralhas 14:29 e 17:20??????????
O que vocês NÃO FAZEM POR UM PIXULÉCO, HEM "HONESTINHOS"?????
Cuidado, o "TITIO SÉRGIO MORO" vem aí, já para debaixo da cama!!!!

Anônimo disse...

Reflexo do Brasil sem tratamento de esgoto.
Só Merd@ a ceú aberto