MO diz para Moro (veja áudio e vídeo): "Criei conta suja de R$ 40 milhões para corromper Lula"

CLIQUE AQUI para ver e ouvir o áudio liberado esta tarde pelo juiz Sérgio Moro.
CLIQUE AQUI para ouvir, também, todo o depoimento de MO ao juiz Sérgio Moro. Os vídeos estão no site do UOL.

O empresário Marcelo Odebrecht disse em depoimento ao juiz Sérgio Moro que destinou R$ 40  milhões para o "amigo", codinome referente ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A conta, diz Odebrecht, era gerida pelo ex-ministro petista Antonio Palocci.

Era dinheiro sujo para corromper Lula e para que Lula corrompesse, usando sua influência no governo Dilma para a corrupção.

O que disse MO:

- O que eu combinei com o Palocci foi o seguinte: essa é uma relação minha com a presidência do PT no Brasil. Então, eu disse: vai mudar o governo, vai entrar a Dilma [Rousseff]. Esse saldo passa a ser gerido por ela, a pedido dela. A gente sabia que ia ter demandas de Lula, a questão do instituto, para outras coisas. Então vamos pegar e provisionar uma parte desse saldo, aí botamos R$ 35 milhões no saldo 'amigo', que é Lula, para uso que fosse orientação de Lula.

.MO conta quem pedia:

- Veja bem: o Lula nunca me pediu diretamente. Eu combinei via Palocci. Óbvio, ao longo dos usos, ficou claro que era realmente para o Lula. [...] O Palocci me pedia para descontar do saldo 'amigo.

O depoimento foi prestado na segunda-feira (10), em ação penal da Lava Jato que envolve Antonio Palocci, o ex-presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e outros 13 réus. Nesta quarta (12), o juiz Sérgio Moro retirou o sigilo dos interrogatórios dessa ação.