segunda-feira, 3 de abril de 2017

Inflação do IPCA será de 0,23%, próximo da meta de 4,5% no acumulado de doze meses

O governo Temer doma a inflação, que Dila entregou em dois dígitos. Ao lado, o presidente com seu mago da economia. Eles controlaram os preços.

O resultado do IPCA de março, a ser conhecido na sexta-feira, será o destaque da agenda de divulgação de indicadores domésticos. Projetamos alta de 0,23%, favorecida pela elevação dos preços de alimentação ainda abaixo da sazonalidade do período.

Com isso, a inflação acumulada em doze meses desacelerará entre fevereiro e março, ao passar de uma elevação de 4,76% para outra de 4,55%, bastante próxima do centro da meta do Banco Central.

Além disso, o IGP-DI de março, que será divulgado na quinta-feira, deverá registrar estabilidade em relação ao mês anterior, com desaceleração dos preços de produtos industriais e continuidade de deflação dos preços de alimentação no atacado.

CLIQUE AQUI para examinar mais análises.

9 comentários:

Anônimo disse...

Jesus, Políbio. Como tem esquerdalhos enchendo o saco em teu site. Por que eles não ficam no Sul21 e Brasil247? A gente não vai lá encher o saco. Bom, é que diferente deles, você tem relevância.

Anônimo disse...

inflação controlada....faz me rir....ninguém mais tem dinheiro para comprar nada...aí fica fácil controlar a inflação

Anônimo disse...

HAHAHAHAHAHAH "doma a inflação" a inflação não estaria assim pela recessão econômica? e outra "governo Dila" que eu saiba o PMDB fazia parte do governo desde 2010, tinha o vice e o segundo maior numero de ministérios, mas pelo Editor caíram de paraquedas os coitadinhos a menos de um ano

Anônimo disse...

Quero ver é inflação baixa, pleno emprego, crescimento e juro mais baixo que agora como foi no governo do Lula, conseguir inflação baixa com recessão é barbada, e outra né é muita ingenuidade ou má fé mesmo dizer que o PMDB não fazia parte do governo anterior, so tinham o vice presidente desde 2010

Anônimo disse...

Governo Lula fabricou uma dívida interna de quase 3 trilhões para elevar sua popularidade em curto prazo distribuindo o dinheiro dos outros. Ele, não a marionete eleitoral estocadora de vento, que arrebentou a economia e o emprego no Brasil. Espero que ele, se não for preso, realmente concorra na próxima eleição para finalmente ser cobrado e ridicularizado por todas as pilantragens que cometeu.

RICARDO disse...

ELES DOMAM OS PREÇOS AUMENTANDO A RECESSÃO. OS DO EXECUTIVO, LEGISLATIVO, JUDICIÁRIO E MINISTÉRIO PÚBLICO TÃO DANDO RISADA. OS TROUXAS ( PAGADORES DE IMPOSTOS ) VÃO CONTINUAR MANTENDO OS ALTOS SALÁRIOS DAS CASTAS SUPERIORES.

Anônimo disse...

Precisamos reconhecer: Henrique Meirelles é um economista de mão-cheia, já foi assim no governo Lula 1 e agora também.

Anônimo disse...

Temer e Meirelles foram uma lufada de bom senso economico, como ha muito tempo nao se via.

Quer queiram ou nao os petistas (analfas economicos por definicao).

Ultra 8 disse...

É mesmo! que maravilha, a Dilma acertou! ela?escolheu ele para vice para depois que ela e seus amigos saíssem com o dinheiro do povo no bolso, ele seria o salvador da pátria. que belo presidente! um bando de FDPS,incensados pelo editor.

Lamentável...