Inflação do IPCA será de 0,23%, próximo da meta de 4,5% no acumulado de doze meses

O governo Temer doma a inflação, que Dila entregou em dois dígitos. Ao lado, o presidente com seu mago da economia. Eles controlaram os preços.

O resultado do IPCA de março, a ser conhecido na sexta-feira, será o destaque da agenda de divulgação de indicadores domésticos. Projetamos alta de 0,23%, favorecida pela elevação dos preços de alimentação ainda abaixo da sazonalidade do período.

Com isso, a inflação acumulada em doze meses desacelerará entre fevereiro e março, ao passar de uma elevação de 4,76% para outra de 4,55%, bastante próxima do centro da meta do Banco Central.

Além disso, o IGP-DI de março, que será divulgado na quinta-feira, deverá registrar estabilidade em relação ao mês anterior, com desaceleração dos preços de produtos industriais e continuidade de deflação dos preços de alimentação no atacado.

CLIQUE AQUI para examinar mais análises.