Dilma levou mais dinheiro porque tinha relacionamento mais afetuoso com a Odebrecht

Alexandrino Alencar, o poderoso diretor de Relaçoes Institucionais da Odebrecht disse em delaçao premiada na PGR que em 2014 ficou responsável por atuar diretamente nas doações da empreiteira para as campanhas presidenciais de Marina e Dilma Rousseff (PT). As conversas sobre a campanha petista ocorriam entre Alexandrino e o ex-ministro e então tesoureiro Edinho Silva. “Edinho nos procurou e solicitou as doações e nós doamos R$ 7 milhões”, afirmou.

Questionado sobre a diferença expressiva entre as quantias doadas para Dilma e Marina (R$ 1,24 milhão), Alexandrino disse que a empreiteira “tinha um relacionamento mais antigo” com Dilma. 
-  Tinha um relacionamento mais antigo”, disse.

Em outro trecho de seu depoimento, Alexandrino declarou que também pagou “‘vantagens indevidas, não contabilizadas” à campanha de Dilma, em 2014. Segundo o delator, os repasses foram feitos por intermédio do assessor Manoel Araújo Sobrinho e a pedido de Edinho. Após suspeitar que estava sendo monitorado pela Polícia Federal, o então tesoureiro da campanha de Dilma teria evitado encontros com o ex-diretor da Odebrecht.

12 comentários:

Unknown disse...

E também tem o aspecto científico... a Odebrecht tinha interesses estratégicos na estocagem de vento e no desenvolvimento da mandioca de Dillma!!!

Anônimo disse...

Um marciano que por ventura lesse o blog do polibio, pensaria, só o Pete roubou....E irá aprender como fazer um péssimo jornalismo...E aprenderá como ser hipócrita....

Anônimo disse...

Algo que me intriga na personalidade da Janete, dentre outras curiosidades, é por que ela continua morando naquele apartamentinho mequetrefe da Tristeza ? Voto de pobreza ?

Anônimo disse...

NOJENTA!

Mr. Lincoln disse...

O brasileiro não só é um povo CRÉDULO e ignorante; é também extremamente maldoso e amigo de fofocas; e os jornalistas de internet e whatsapp são vocação nacional. O alcaguete desenfreado Marcelo Odebrecht, delinquente apavorado por Sergio Moro, foi transformado pela mídia "putanesca" em apóstolo da verdade.

Anônimo disse...

Não tenta te livrar, petralha vigarista 10:24. o teu está guardado, bandido!

Anônimo disse...

Anônimo das 10:37 , DILMA passou parte de sua vida adulta vivendo em " aparelhos" , ao tempo da guerrilha urbana, no Brasil. Com Galeno , seu marido, que hoje vive na Nicarágua , e depois com Carlos Araújo, seu companheiro, que mora em Porto Alegre. Como Presidente , anos depois, passou a combinar propinas com Marcelo Odebrecht na biblioteca do Palácio da Alvorada, o endereço residencial do Presidente da República . Foram dois momentos diferentes em sua vida. Difícil de explicar. Em um primeiro momento, entrou na luta armada, sempre em fuga, vivendo em aparelhos , sem o contato com a família, sem amigos, planejando ações da luta armada, com o objetivo de derrubar o governo militar e substituí-lo por outro, um governo socialista. Em outro momento, como Presidente, no poder, reunia-se com empresários corruptos para combinar a propina, dentro do Palácio Residencial. REPUGNANTE, NÃO ???

Anônimo disse...

Apartamentinho mequetrefe é pleonasmo.
Apartamento é um negocio mequetrefe...tu morar encaixotado...com gente michando no teu teto ou abaixo de ti....morar empilhado que nem pomba...dai a palavra Pombal...é mequetrefe...
Na tristeza estão acabando con as residencias ...e enchendo de moradia Mequetrefe!
Não adianta ficar brabo..

Anônimo disse...

Bandido seria se fosse filho dá tua mãe, coxinha safado acéfalo... Estrume ambulante

Anônimo disse...

Pela manchete do editor, dá entender que o dinheiro foi direto para o bolso da Dilma, certo? Sendo assim, tem checão nomonal de 1 milhão? Teve reunião no Palácio do Planalto, com a Dilma pedindo dinheiro? Tem dinheiro em contas na suiça? A PF/MPF acusam Dilma de enriquecimento ilícito?

Anônimo disse...

Apavorados estão os idiotas que precisam de um picareta como Lula para montar em cima deles.

Anônimo disse...

Típico de bandidos...