segunda-feira, 3 de abril de 2017

Crise econômica amplia superoferta de imóveis para alugar em Porto Alegre

Os gráficos são do jornal Zero Hora desta segunda-feira.

São 7 mil imóveis residenciais para alugar.

No início de janeiro, eram 7.145 unidades, mas no mês seguinte o estoque recuou para 7.093.

A retração não reduziu significativamente o crescimento dos valores dos aluguéis pagos nos últimos cinco anos, segundo dados da Secovi do RS. Quando a comparação é feita com fevereiro de 2012, o salto observado é de 183%.

A "superoferta" é resultado de dois movimentos: a queda na procura por locação  e o avanço de empreendimentos imobiliários. 

O início de uma recuperação começou, segundo a Secovi do RS.

A dificuldade em alugar não é exclusividade de imóveis residenciais.  Nos últimos cinco anos, o número de salas e conjuntos disponíveis para locação teve variação de 172,79%, passando de 1.235 unidades em 2012 para 3.369 unidades em 2017. Espaços para instalação de lojas avançaram 121,73%.

4 comentários:

Anônimo disse...

Só Lula para salvar este país limpar a m.... Que os golpistas fizeram

Anônimo disse...

Onde andam os periquitos australianos com apitinhos e as panelas no parkao?
Agora que esta bom?

Anônimo disse...

Imoveis lixo no brasil custando mais que condos na FLorida, era obvio que isso era uma bolha. Num pais sem esgoto tratado, com favelas por toda parte e isopor expandido nas janelas. Piada.

Agora quero ver os corretores, muitos sem profissao definida, sem estudo nenhum, prosseguirem com a empafia de outrora, quando diziam que "imovel nunca desvaloriza".

E vamos ver quem fali antes - PDG ou Rossi.

Anônimo disse...

O mesmo petralha escreveu duas mensagens, ta sem ter o que fazer ai na reparticao seu otario? Lulla eh culpado disso seu idiota, vai estudar economia em vez de ficar lendo o blog do PHA.