segunda-feira, 10 de abril de 2017

Brasil começa a tirar mercado da China na Argentina

Os produtos brasileiros voltaram a ganhar mercado na Argentina, depois de mais de uma década perdendo espaço para a China, conta reportagem deste final de semana da Folha. A matéria é assinada por Raquel Landim. O gráfico ao lado é também, da Folha.

A participação do Brasil nas importações argentinas subiu de 21,8% em 2015 para 24,6% em 2016, enquanto a fatia chinesa caiu de 19,7% para 18,8%, diz a consultoria Abeceb.

Os exportadores brasileiros, no entanto, ainda estão muito longe da posição que ocupavam 12 anos atrás. Em 2005, o país respondia por 37% das importações argentinas, enquanto a China detinha apenas 6,4%.

Dois fatores colaboraram para o avanço recente do Brasil no mercado vizinho: a forte recessão doméstica, que já dura 11 trimestres e incentiva as empresas a exportar mais, e a redução das barreiras à importação na Argentina.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

2 comentários:

Anônimo disse...

Barreiras argentinas funcionam somente com os produtos do Mercoatraso, para produtos chinas não existe barreira...

Anônimo disse...

polibio e o projeto de integraçao das bacias jacui/uruguai/parana? a quantas anda?