Governo Temer joga inflação oficial do IPCA para zero

A inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), perdeu força de fevereiro para março, passando de 0,33% para 0,25%, divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Para o mês de março, é o menor resultado desde 2012, quando ficou em 0,21%.

No acumulado do ano, o índice ficou em 0,96%, o menor para o 1º trimestre desde o início do Plano Real, em 1994, quando ficou em 182,96%, segundo o IBGE, e bem menor que os 2,62% registrados no mesmo período de 2016.

No acumulado dos últimos 12 meses, o índice ficou em 4,57%, ficando mais próximo da meta de inflação do Banco Central, de 4,5%, e menor que os 4,76% dos 12 meses imediatamente anteriores. Em março de 2016, o IPCA foi de 0,43%.


7 comentários:

Façanha, o advogado do povo disse...

O País está parando.

Anônimo disse...

para ZERO artificialmente?

Anônimo disse...

Fica Temer

Anônimo disse...

Ia cair de qualquer forma. O país está na pior fase de seu desenvolvimento econômico, sem dinheiro, sem emprego. Logicamente que iriam cair os preços. O governo no Brasil, em relação à inflação, só pode ser avaliado em momento de crescimento econômico. Aí sim, o governo pode ser avaliado se é competente para segurar a inflação. Esperemos o país crescer e poderemos fazer uma avaliação. Na verdade, poderíamos dizer que o Governo Dilma conseguiu baixar a inflação, por causa da sua incompetente gestão que reflete-se no PIB.

Anônimo disse...

Que piada, inflação sem consumo. Na recessão não existe inflação.

Anônimo disse...


Basta pagar a mídia para divulgar que tudo melhora ou piora. Depende da vontade do governo.

Anônimo disse...

Infelizmente a queda da inflação não é fruto de boa governabilidade, de gastos públicos menor ou igual a arrecadação. Esse queda é fruto do alto desemprego. E agora como solução ao desemprego será massificado o subemprego.