645 processos da Lava Jato já pararam como recursos no TRF4, Porto Alegre

O jornalista Túlio Milmann, Zero Hora, resolveu contabilizar os números de ações que desembarcaram no TRF4, todos como recursos a decisões do juiz Sérgio Moro, tudo no âmbito da Lava Jato, a operação que continua desbaratando os roubos de líderes petistas e seus aliados, mais empreiteiros e lobistas, diretamente sobre os cofres da Petrobrás:

645 processos já chegaram para análise 
419 são relativos a pedidos de habeas corpus
365 destes já foram analisados
300 é o número de páginas que um único recurso chega a ter
8 apelações de sentença já foram julgadas 
8 outras apelações devem ser pautadas até julho


5 servidores do gabinete do relator, João Pedro Gebran Neto, estão dedicados exclusivamente para o tema

3 comentários:

Anônimo disse...

Cabral cobrava juízes na cara dura

Brasil 08.04.17 15:43
Sérgio Cabral procurava interferir em decisões de juízes fluminenses sem a menor cerimônia.

Segundo o Radar da Veja, gravações da Polícia Federal mostram Zé Cabra ligando diretamente para os magistrados.

Em uma delas, queria que a decisão beneficiasse a Fecomércio, cliente do escritório de Adriana Ancelmo.

http://www.oantagonista.com/posts/cabral-cobrava-juizes-na-cara-dura

Anônimo disse...

E o STF??? Só HABEAS CORPUS e mais HABEAS CORPUS e SÓ para BANDIDOS "ABONADOS", e com "VIABILIDADE FINANCEIRA". O SÉRGIO MORO e o TRF são PRENDEDORES DE BANDIDOS, o STF é SOLTADOR. Quem acha isso NORMALÍSSIMO é o GENERAL VILAS BOAS. Dá ou não dá para ter GRANDES DESCONFIANÇAS de quem acha
tudo isso NORMAL??????????????

Anônimo disse...

TEMOS Q TOMAR BRASILIA E FECHAR CAMARA E SENADO, colocar todos a correr junto com o STF BOLIVARIANO, DOS 11 MINISTROS 8 FORAM INDICADOS PELO PT