Triplicaram os assassinatos em Florianópolis

Por Whats App, o leitor Wamberto Castro avisou que estava do lado do dono da peixaria do Mercado Público de Florianópolis, abatido a tiros hoje de manhã 11h. Castro estava no conhecido box 32, frequentado por políticos e jornalistas.

A média é de pouco mais de um assassinato a cada duas horas.

Os jornais de hoje falam, em 41 assassinatos na cidade, contra 13 no mesmo período do ano passado.

Durante todo ano de 2016 fora, 79 homicídios.

Isto é o que se mata em Porto Alegre em apenas duas semanas.

Porto Alegre tem 1,3 milhão de habitantes, enquanto que a população de Florianópolis é de 490 mil (2017).

Ao contrário do RS, a PM ganha bem, recebe salários em dia e até soldado só ingressa na corporação se for graduado em Universidade.