Temer reúne exportadores e ministros para reagir aos efeitos do escândalo da carne podre. Preocupação maior é com exportações.

Em uma reunião de emergência, esta tarde, o presidente Michel Temer, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e representantes do setor agropecuário vão debater medidas para enfrentar a crise da carne, gerada pelas revelações da Operação Carne Fraca. Entre os convocados para a audiência no Palácio do Planalto, estão os presidentes da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), Antonio Carmadelli; da Associação Brasileira da Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra; e da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), João Martins.

Depois do encontro, Temer e o ministro da Agricultura podem receber representantes da União Europeia para discutir o tema. Na próxima segunda-feira, outro encontro está agendado: uma reunião, também no Palácio do Planalto, com embaixadores de países importadores da carne brasileira.

Segundo o ministério da Agricultura, o Brasil exporta carnes para cerca de 160 países. O governo brasileiro está receoso com a possibilidade de fechamentos de mercados após a revelação das irregularidades.