Servidores de Porto Alegre convocam greve política ilegal para o dia 15

Os servidores de Porto Alegre decretaram greve política para a próxima quarta-feira, dia 15, mesmo dia da greve chamada pelos professores estaduais.

A alegação é promover protesto contra a reforma da previdência.

A greve é flagrantemente ilegal.