Se não for apenas promessa, novos brigadianos nas ruas poderão melhorar percepção sobre segurança em Porto Alegre

Foto de Luis Chaves, Palácio Piratini.

CLIQUE AQUI para examinar estudo publicado por Zero Hora de hoje, demonstrando que falta de brigadianos nas ruas tem relação direta com elevação do número de assassinatos.
CLIQUE AQUI para ver vídeo que registra o assassinato do universitário, ontem, em Porto Alegre.

O governo terá que comprovar na prática a mudança de paradigma, porque até agora a Brigada está fora das ruas, o que representa uma decisão de governo.

O governador Sartori apresentou hoje os 400 policiais militares oriundos de cidades do interior do Rio Grande do Sul para o combate à violência em Porto Alegre e na região Metropolitan. Ele avisou que virão mai mil PMs em junho e a realização de novos concursos para a Brigada Militar (BM). 

Disse Sartori:

- O ano de 2017 vai marcar o início da mudança da Segurança Pública no Rio Grande do Sul. 

Ao ser questionado sobre o problema do "cobertor curto", com o envio de PMs para Capital deixando desguarnecidas cidades do interior, o secretário da Segurança, Cesar Schirmer, explicou que não esquecerá as cidades pequenas do Rio Grande do Sul:

- A grande maioria dos crimes no Estado está concentrada em 80 municípios e eles são a prioridade.