Ricardo Noblat, O Globo - Dilma jura inocência e aponta o dedo para Lula

De público, a presidente Dilma Rousseff jamais admitirá. Por respeito a Lula e para não ser apontada como ingrata. Se tal acontecesse, o PT não lhe daria sossego.

Mas em conversas com auxiliares, e traindo sua aflição, Dilma admite que Lula é o grande culpado pelos dias infelizes que ela atravessa.


Embora diga que não sabia de nada, Dilma afirma que Lula não poderia ignorar o esquema de roubalheira na Petrobras. Se não foi responsável por ele, foi conivente pelo menos, segundo ela.