quarta-feira, 15 de março de 2017

Queda maior da inflação do IGP-10 de março refletiu a desaceleração mais intensa do IPA industrial

A divulgação do resultado do IGP-10 de março deu continuidade às surpresas baixistas com a inflação no curto prazo. O índice subiu 0,05% em março, de acordo com os dados divulgados há pouco pela FGV, ficando abaixo da projeção dos economistas do Bradesco (0,13%) e da mediana das expectativas de mercado (0,20%). A surpresa foi explicada pela desaceleração mais intensa do IPA industrial, principalmente no grupo de produtos alimentícios. A menor alta do IGP-10 ante fevereiro (0,14%) também refletiu a menor pressão dos preços de produtos industriais, que passaram de 0,66% de 0,04%. O IPA agropecuário apresentou deflação de 0,55% neste mês, menos intensa que a queda de 1,87% em fevereiro. 

Apesar disso, a continuidade da deflação dos preços de alimentos no atacado reforça ainda mais a expectativa de desaceleração dos preços de alimentação no IPCA deste ano. 

Nenhum comentário: