sábado, 25 de março de 2017

Quando o leitor mente porque prefere desconhecer a verdade

O economista Darcy F. C. dos Santos responde ao leitor que exagerou na dose:

Um leitor disse  eu ganho R$ 36 mil por mês. Mente. Ninguém no Poder Executivo ganha mais que R$ 30.370,00,  que é o teto. Isso é muito, também concordo. Acontece que foi o que estabeleceu a lei para quem tem mérito, portanto formação e competência para ganhar isto e muito mais na iniciativa privada ou no setor público, sobretudo ao final de uma carreira exitosa. Eu estudei muito e passei em concurso público em  dois órgãos que pagam esses valores e lá me dediquei ao trabalho, como sempre faço. Quanto ao absurdo de pagar produtividade a aposentado, também concordo, mas não sou eu quem paga para mim.  Sou  a favor da média para o cálculo das aposentadorias. Esses absurdos de que ele fala, só servem para confirmar o que eu  digo. 
Mas ele não leu bem  o meu texto:  minha crítica é quanto à precocidade das aposentadorias (que também não é culpa dos beneficiários), porque elas estão impedindo pagar melhor certas categorias, entre elas o magistério, que ganha pouco demais.

Ademais, o mundo mudou e as coisas que eram feitas não podem mais ser feitas.  Em 1974, quando entrei no Estado, os inativos representavam  menos de 21% da folha e hoje representam mais de  55%.  Mas se as pessoas querem continuar se enganando, atirando no mensageiro em vez conhecer sua mensagem, que colham as consequências que virão em breve e serão devastadoras. 

28 comentários:

Anônimo disse...

Só tem um filme em cartaz no RS : Appocalipse NOW"...!!!

Mordaz disse...

Só que pagar melhor as professoras quebraria a banca e estes cortes não fariam cócegas. Por acaso, médicos, policiais e PMs não merecem também receber melhor? Também não haverá justiça aposentando todo mundo pelo piso.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Acredito que para salvar o estado, seria necessário, HOJE, estabelecer um teto de aposentadorias no estado, de, no máximo, R$ 5530,00, igual ao teto do INSS.
Motivo : calamidade financeira.
Topas Darcy ?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Inveja, meu caro...inveja!

Anônimo disse...

Parafraseando o Dr.Sérgio da Costa Franco,que escreveu mais ou menos assim:
'Admire a obra;não procure o autor,para não se decepcionar".

João Paulo da Fontoura disse...

Caro Professor, parabéns pelos seus elucidativos textos. Eu, minha esposa e muitos amigos aposentamo-nos, precocemente, pelas regras atuais. Isso não podemos mudar ( é fato pretérito), mas também não nos impede de reconhecer que não há calculo atuarial que mantenha aposentadorias precoces eternamente. Não há como manter brigadianos, professores, funcionários públicos em geral aposentados com 45, 47 , 50 anos! ( aqui em Taquari, recentemente um amigo meu, brigadiano, aposentou-se com... - 47 anos). Ele tem culpa, óbvio que não - é a regra. Mas essa regra está falindo nosso estado, como, lato senso, está falindo o governo federal. Só
mentes tacanhas, com olhar ainda focado na antiga União Soviética, é contra. Na realidade eles sabem, todos, que o Brasil quebrará se não fizer - urgente, súbito, para ontem - as reformas. Estão preocupado? Não, pois é somente no caos que a esquerda poderá implantar o seu tão querido regime bolivariano .

Anônimo disse...

"Quando o leitor mente porque prefere desconhecer a verdade" ???
Quem está mentindo ?? O leitor que fez o comentário sobre os 36 mil recebidos pelo Sr. Darcy ?? Não...Ele ganha isso e sobre esse valor incidem descontos, como para todo o assalariado..E veja que ainda ganha produtividade mesmo aposentado...

Tudo legal, mas imoral...Logo não vamos usar de falácias !!!

O leitor fez apenas uma observação do que no popular se chamaria de "moral de cuecas" !! Simples !!




Anônimo disse...


Meu eu ganho R$1.200,00 pilas por mês. Este medo todo é de quem ganha bem. Se a previdência quebrar eles deixam de receber. Jogo de interesses, reformar para ralar mais o povo para quem ganha aposentarias boas continuarem a ganhar. Acho que o povo deve atirar no Diabo e nos mensageiros do apocalipse dele.

Anônimo disse...

Funcionário deve trabalhar até os 70 anos e depois podem se aposentar, afinal eles tem estabilidade. Na iniciativa privada, se forem demitidos com 50 anos não conseguem mais trabalho.....e mais, a aposentadoria dever ter um teto máximo da médio dos salários dos últimos 48 meses, idêntico ao que acontece na iniciativa privada. Se quiser se aposentar antes dos 70 anos, vai pagar pedágio....

Anônimo disse...

Numa folha de pagamento aparece o seguinte:

-remuneração total bruta: R$ 38.958,15

- descontos legais/obrigatórios: R$ 10.476,95

- total líquido: R$ 28.481,20

Anônimo disse...

Falam, falam da iniciativa privada versus iniciativa pública, mas se não existisse concurso público os órgãos públicos viveriam de apadrinhados e competência zero, e vejam, na maioria das vezes em empresas privadas os melhores cargos são muito bem remunerados e geralmente dados a conhecidos, por afinidade. Assim deve ser no serviço público? Afinidade com quem?Mas o servidor público concursado tem menor chance de conluiu , de corrupção, pois ele não está no interesse de determinada pessoa ali. Ele é um que conseguiu provar que possui critérios técnicos para exercer seu cargo. Mas o chefe do Poder é eleito pelo povo, aquele que acha que votar é uma chatisse em domingo de futebol.Seu chefe.

Anônimo disse...

Tenho curso superior, pós, encaminhando meu doutorado, tenho minha empresa, e dou consultoria, não duvido de sua capacidade, mas eu e mais 12 milhões de rio-grandenses sustentamos os ditos "capacitados" via concurso público........ Eu não passo para o Estado minha capacidade intelectual, pelo contrário, sustento pessoas como você com meus impostos que não são poucos como a energia elétrica mais cara do Brasil. E nada parece ser suficiente para sustentar este Estado obeso em efase terminal....

Se vossa excelência, se vendeu tão bons serviços porque o Estado está falido??

Anônimo disse...

O Editor censura comentários que não são ofensivos.

O editor não gosta de comentários que derrubem com argumentos e as contradições que a mídia gosta de pregar.

Anônimo disse...

Alguns sortudos ganham isso no setor privado. Sou profissional, com mestrado e doutorado, 30 anos de experiência no mercado (não sou servidor público) e ganho bem abaixo, muito abaixo disso. Fala que foi concursada como se isso fosse algo meritório. Chega um candidato inexperiente, fica dois anos estudando apostila de concurso e passa e ganha mais do que eu? É uma afronta para toda a sociedade.

Anônimo disse...


Estudos e comentários do Sr Darcy F. C. dos Santos estão sob suspeição.

Claro que reformas no sistema previdenciário são necessárias para não explodir
as contas públicas.

E, óbvio, manter os polpudos ganhos de quem já chegou lá.
Afinal, diz a jurisprudência, é um "direito adquirido".

Chamaria de "privilégio adquirido" porque abrange pequenas parcelas do funcionalismo.

"Direito adquirido" deveria ser entendido como direitos que abrangem toda a população.
Direito a vida, a liberdade, ao ir e vir e várias outras que existem e devem ser
garantidas para resguardar a convivência social e igualdade de oportunidades aos
cidadãos oferecidas pelo estado.

Agora, mamar nas tetas do governo, garantidas por "leizinhas" feitas sob encomenda
para grupinhos organizados, está longe de ser um "direito".

Anônimo disse...

E tem alguns desses "velhinhos sortudos" que recebem várias aposentadorias do erário público. Eu conheço um que é aposentado de Universidade Federal, do Tribunal de Contas... E vive tocando o pau nos trabalhadores assalariados e defendendo as reformas trabalhista e da previdência. São uns falsos moralistas e hipócritas. Mas o Ministério Público Federal logo, logo vai abrir essa "caixa preta".

Anônimo disse...

Pô, mas esse Sr. Darcy ganha isso tudo mesmo R$ 38.958,15 do Estado? Eu com Doutorado dou aulas a 15 anos nos períodos da manhã, tarde e alguns dias a noite e não chego receber R$ 8.000,00? É obrigado o Estado estar falido mesmo, sustentando esses marajás!

Anônimo disse...

A BURGUESIA ESTATAL RECORRE A TODAS OBRIGAÇÕES E MÉRITOS DE QUALQUER CIDADÃO PARA SE MANTER.NADA JUSTIFICA.

Anônimo disse...

Exato...

Anônimo disse...

Kkkkkk, boa.

Anônimo disse...

Tbem acho demais o que ganham em relação a realidade deste país.

Anônimo disse...

O professor Darci Carvalho incomoda aos medíocres por sua postura idônea e por abrir mão de quaisquer ganhos extraordinários vindos do Estado do RS. Por não ser pavão e entender muito da situação do Estado, age com coerência e se recusa a receber por trabalhos e estudos econômicos para o RS.

As pessoas de bem como ele tem de aguentar ataques tacanhos como o deste leitor só porque no RS os nobres e seus atos não podem acontecer. É proibido..

Anônimo disse...

Anonimo das 25 de março de 2017 21:55 você é um caso que não teve sucesso na vida. É simples assim. As comparações de frustração individuais com o problema da previdência demonstram como algumas pessoas estão bem afastadas do caminho do sucesso. Boa sorte para este pessoal!