Procergs fechou 2016 com prejuízo de R$ 24,2 milhões

A Procergs, estatal gaúcha de processamento de dados, fechou seu balanço de 2016 com receita bruta de R$ 281,2 milhões.

O prejuízo do ano foi de R$ 24,2 milhões, menor do que o do ano anterior (R$ 32 milhões.

5 comentários:

Anônimo disse...

Seria relevante comentar que o prejuízo foi por conta do seu único cliente não pagar a fatura: O GOVERNO SARTORI! A PROCERGS é extremamente eficiente, responsável pela autorização de nota fiscal eletrônica para 14 estados, sendo reconhecida nacionalmente como exemplo em qualidade e competência. Esse tipo de notinha serve para criar uma falsa ideia sobre a empresa, isso facilita esses desmanches....

Anônimo disse...

FECHA ESSE LIXO.


DANE-SE NOTA ELETRÔNICA, MANTEMOS ESSA PORCARIA PARA QUE NOS CONTROLE. E SÓ DÁ PREJUÍZO.

Anônimo disse...

Caro anonimo 08:48 desculpe, sou da area, de fora de SP e jamais escutei o nome dessa tal de Procergs. Voto com o relator, deve ser um cabide de empregos ineficiente e inchado como o Lulla depois duma cachacada.

Anônimo disse...

Aproveita e coloca o balanço inteiro, Políbio. Matéria totalmente tendenciosa...

Anônimo disse...

Para informação, a Procergs faz o desenvolvimento e controle de todos os processos e sistemas públicos do estado do Rio Grande do Sul, todos(exemplo: DETRAN, Secretária da Saúde, farmácia do estado, Secretaria da segurança pública, policia civil, nota fiscal eletrônica e inúmeros outros processos),
Hoje a Procergs é a principal ferramenta para realizar controle e auditoria financeira do estado do Rio Grande do Sul,
Infelizmente isto que o senhor Políbio nos apresenta não foi uma notícia, uma informação incompleta e tendenciosa.
Espero notícias fundamentadas e imparciais, consegue fazer isso senhor Políbio?