PIB do Banco Central aponta prosseguimento da recessão em janeiro

Diante do desempenho negativo da indústria, do comércio e, principalmente, do setor de serviços, o IBC-Br apresentou queda de 0,26% na passagem de dezembro do ano passado para janeiro, descontada a sazonalidade, conforme divulgado há pouco pelo Banco Central. 

O resultado ficou em linha com a mediana das expectativas do mercado (-0,20%). 

Na comparação interanual, houve queda de 0,79%, fazendo com que o indicador acumule retração de 3,99% nos últimos doze meses. 

Diante do desempenho negativo dos últimos indicadores divulgados, economistas como os do Bradesco (o Bradesco falou esta manhã)  insistem na projeção de alta de 0,3% do PIB do primeiro trimestre, refletindo a forte elevação da atividade agrícola no período. 

3 comentários:

Unknown disse...

"É A ESTAGNAÇÃO, ESTÚPIDOS"!!!

Anônimo disse...

Mas o Temer, não esta salvando o Brasil? o.O

Mr. Lincoln disse...

Culpa da Dilma, ter deixado a rafeiros do PMDB tomar conta; se bem que com os petistas não seria melhor, talvez.