Padilha tira nota para se defender de inquérito autorizado pelo STF

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que está em Porto Alegre para consultas médicas, distribuiu nota nesta quarta-feira sobre o inquérito que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou, e que investigará a ocorrência de crime ambiental em propriedade dele no RS.

Diz a nota:

Sobre o inquérito hoje autorizado para apurar fatos atribuídos ao ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, por suposto crime ambiental pela abertura de uma vala, o ministro esclarece que: foi firmado em 09 de dezembro de 2016 Termo de Compromisso Ambiental (TAC) com a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam/RS) para extinguir qualquer obrigação relativamente a tal fato.