Opinião - Recuo de Temer deixa de fora 2 mil previdências municipais e estaduais que possuem regimes póprios

O recuo indica que o governo possa abrir novas brechas, abrindo caminho para mais excepcionalidades pra os servidores públicos.

A fala do presidente Michel Temer de que deixará de fora da reforma da previdência os servidores estaduais e municipais que possuam regimes próprios é apenas escapista e não é verdadeira.
O presidente deixou claro de que são poucos casos.
Não é assim.
Pelo menos 2 mil municípios possuem regimes próprios. Porto Alegre é um caso.
E mais:
- Mais da metade dos servidores ativos que têm regime próprios são municipais.
Apenas 13% são da União.
Em Estados como o RS, a previdência é de regime próprio, mas policiais militares e bombeiros não se enquadram, com,o é também o caso das Forças Armadas.

14 comentários:

Anônimo disse...

um governo, como disse a dilma, de um postiço covarde, fraco e podre tal ql esses q golpearam o voto popular. dias de trevas no brasil. nem a direita produziu uma podridão tão grande, administrada por um fantoche/verme como esse golpista é...

Anônimo disse...

ESCULHAMBAÇÃO TOTAL..
Porque os militares vão deixar quebrar tudo pra intervir?
E os que não roubaram e aproveitaram, tem que pagar junto?
Porque isso aqui vai acabar quebrando.

Anônimo disse...

A reforma acabou.
O gov Temer acabou.
Salve-se quem puder.

Mordaz disse...

Acho que faz sentido. Até porque a União não vai assumir estes gastos.

Anônimo disse...



Agradeçam isto aos políticos profissionais, que não querem perder os seus empregos.

Políticos não é profissão?

Então digam isto a eles nas próximas eleições.

Anônimo disse...

Os contribuintes e trabalhadores privados vão perder direitos, os políticos e funcionários públicos vão continuar com suas mamatas!

Como as mudanças da previdência não respeitam direitos adquiridos, vamos passar a régua. Ninguém vai ganhar mais que o teto, inclusive os que já recebem acima. E regime único para todos a partir de agora.

Anônimo disse...

Terminou a reforma, a pressão das corporações mais uma vez venceu, e nós cidadãos de segunda classe vamos sozinhos ter que pagar a conta.
Digo isso com muita dor, mas estou educando meus filhos para que no futuro tenham condições de viverem em outro país, pois a mochila será muito pesada para eles carregarem, caso não queiram estarão preparados para entrarem no serviço público e mamarem na teta do estado.

Anônimo disse...

E por que você não fala em contribuição única também?
Está querendo que o servidor público pague a sua aposentadoria?
Assim não.
Se você quer dinheiro, vá trabalhar.

Anônimo disse...

CRISE - ELA SEMPRE EXISTIU UNICAMENTE PARA INICIATIVA PRIVADA...

AS CORPORAÇÕES DOS 03 PODERES SE REUNIRAM E IMPUSERAM SUA VONTADE, APOSENTADORIAS E PENSÕES NOSSAS DOS DE PRIMEIRA CLASSE SÃO IMEXÍVEIS....

TA SEM GRANA, MEXE(paga menos) NAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DO INSS....

A MERDA TODA, É QUE O DA INICIATIVA PRIVADA ESTA NO TRABALHO, INDUSTRIA, COMERCIO E SERVIÇOS....NEM TEM A PRIVILÉGIO DE IR NA CONGRESSO EXIGIR O CONTRARIO...JÁ AS CORPORAÇÕES CONVIVEM COM OS DEPUTEDOS E FAZEM PRESSÃO MEDULAR PARA GARANTIR SEUS PRIVILÉGIOS...

TÁ RUIM, VAI PIORAR

Anônimo disse...

O Projeto de Reforma da Previdência é MUITO RUIM. Colocaram um remédio muito forte para matar o deficit , iria matar a Previdência e o aposentado. Apavoraram os contribuintes, não conseguiram apoio da própria bancada do Governo e agora , para não ficar feio, irão fazer uma REFORMA PELA METADE , pior que uma meia-sola no sapato velho .!!!

Anônimo disse...

SE TEMER RECUAR NAS REFORMAS, PARA QUÊ MANTÊ-LO À FRENTE DO PODER EXECUTIVO? QUE O TSE PONHA ORDEM NAS COISAS, CASSE A CHAPA DILMA/TEMER E QUE SE APLIQUE O QUE REGE A CONSTITUIÇÃO FEDERAL, OU SEJA, ELEIÇÃO INDIRETA, PELO CONGRESSO, DE UM PRESIDENTE-TAMPÃO, PARA TERMINAR O MANDATO DE DILMA/TEMER!!!

Anônimo disse...

E A CASTA SUPERIOR DO FUNCIONALISMO PÚBLICO (AQUELES QUE GANHAVAM PROPINA PARA DEIXAR COLOCAR PAPELÃO NOS EMBUTIDOS) SEGUEM COM PRIVILÉGIOS SEM NADA PRODUZIR....

Anônimo disse...

Mas que melda é essa, afinal, o servidor público aposentado é pago por quem, governo federal INSS, ou pelos próprios estados e municípios? isso é o que interessa saber.

Anônimo disse...

Ao abrir mão da Reforma da Previdência nos Estados e Municípios , tirando momentaneamente o bode da sala, o Governo Federal vai enfrentar uma nova guerra, com os Governadores e Prefeitos de maior peso político do País .!!!