O roubo nos pedágios, de novo (por Raul Pont)

O artigo a seguir foi publicado pelo site Sul21, alinhado com o PT. O material é disponibilizado para que os leitores entendam como raciocina o lado que produziu a pior recessão em 117 anos (menos 9% do PIB em dois anos) e provocou 13 milhões de desempregados, além de ter quebrado o RS.

 No dia 16 de março, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realiza em Lajeado uma nova audiência pública sobre a retomada no Rio Grande do Sul de uma política de pedagiamento nas estradas federais (BRs 101/290/386/448). Na primeira audiência pública, realizada no DNIT em Porto Alegre o auditório ficou pequeno para o grande número de usuários, representantes de entidades, do Governo Estadual, prefeitos, deputados, sindicatos presentes à convocação da ANTT.


A proposta apresentada evidencia que esta e as outras agências de “regulação” estão capturadas pelas empresas que atuam no setor e não expressam nenhum compromisso com o interesse dos usuários e da cidadania. Agora, são reforçados pela sanha privatista do golpista e estelionatário governo Temer (PMDB). Golpista porque não há nenhuma prova objetiva que justifique o impedimento de Dilma além da maioria eventual no Congresso Nacional, mas sem base na Constituição. Estelionatário porque se elegeu sob o programa de 2014 e não conluio com os tucanos no projeto “Ponte para o futuro”, aliança neoliberal como PSDB.

CLIQUE AQUI para ler mais.