Mulher de Lasier já tinha sido pivô de escândalo na Assembléia do RS

A mulher do senador Lasier Martins (PSD-RS) , a jornalista Janice Santos (foto ao lado) que prestou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), na 204 Sul, e realizou exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) já  havia se envolvido em outra polêmica no início de 2014, quando Lasier era pré-candidato ao Senado.

Janice Santos acabou nomeada para um cargo comissionado no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa gaúcha, presidida, à época, por um companheiro de Lasier no PDT, a pedido dele. 

Com salário bruto de R$ 12 mil, ela estava em uma função que recebia o terceiro nível mais alto de remuneração no legislativo gaúcho. 

Janice acabou exonerada cerca de um mês depois, quando estourou o escândalo.