segunda-feira, 13 de março de 2017

Moro põe em sigilo depoimento do patriarca da Odebrecht

O juiz federal Sérgio Moro determinou que o depoimento do delator da Operação Lava-Jato e patriarca do grupo empresarial, Emílio Alves Odebrecht, seja mantido em sigilo. 

A decisão atende a pedido da defesa de Emilio Odebrecht e atinge também o depoimento do executivo Marcio Faria, ligado à empreiteira.

3 comentários:

Mr. Lincoln disse...

Sigilo para proteger os delinquentes do PMDB, PSDB...

Cap Caverna disse...

Mas vazou parte do depoimento: ele disse que caixa dois, é uma pratica institucionalizada, em negócios com o governo. Tenho verdadeira aversão ao PT, mas os partidos que se aliaram à eles, PT, também são tão ou mais podres que esses canalhas da estrela maldita. Lugar de ladrão, é na cadeia! Obs.: não tenho partido politico e voto no candidato, desde que não seja petista. Voto num cachorro sarnoso, e não voto no PT.

Anônimo disse...


Falaste tudo, irmão.

Também abomino os partidos que se aliaram ao Lulopetismo, desgraça do Brasil.

Nunca antes na história desse país nasceu um monstro genocida como o Luladrào!!!!