quinta-feira, 9 de março de 2017

Menina toma gravata e morre dentro da sala de aula em Cachoeirinha, RS

Aestudante Marta Avelhaneda Gonçalves, 14 anos, foi assassinada dentro de uma sala de aula em Cachoeirinha, RS, ontem. Tudo aconteceu na Escola Estadual de Ensino Básico Luiz de Camões, no bairro Bom Princípio, na tarde dessa quarta-feira. Ela morreu por asfixia mecânica. Levou uma poderosa gravata.

Três colegas da menina estariam juntas e alegaram, em um primeira versão, que havia ocorrido uma discussão e a vítima acabou sendo empurrada e bateu a cabeça, entrando em convulsão.

FAÇA AQUI SEUS LANÇAMENTOS

23 comentários:

Anônimo disse...

Um absurdo, a violência que existe dentro das escolas.
Pré adolescentes já são criminosas.

Anônimo disse...

["Três colegas da menina estariam juntas e alegaram, em um primeira versão, que havia ocorrido uma discussão e a vítima acabou sendo empurrada e bateu a cabeça, entrando em convulsão"]

tolinhas, uma pericia basica já confirma ou desmente logo essa historia...

Anônimo disse...

Demorou para chegarem a isso, ainda não havia morrido ninguém em sala de aula. Mas, afinal, são adolescentes, não sabem o que fazem. Qual será o próximo patamar? Paulo Soares

Anônimo disse...

Tem um seriado americano que esses dias apresentou um caso parecido. Final da história, o principal adolescente que causou o fato, mesmo sendo um jovem bom como o filme mostrou foi condenado e teve que ser preso. No fim o juiz ainda passou uma mensagem dizendo que a lei e a ordem deve vir em primeiro lugar. Vamos ver o que vai acontecer com essas crianças.

Anônimo disse...

Viva aos programas marxistas e esquerdistas, cujo segundos os professores são reles cidadãos que podem ser agredidos a toda ordem, enquanto crianças e adolescentes podem fazer o que lhes vêm à mente: bagunçar, depredar, agredir docentes e colegas e nada acontece.

Saudades dos tempos em que quem tinha autoridade na sala de aula era o professor, do tempo em que os alunos baixavam a cabeça e ficavam de castigo em casa caso trouxessem o famoso "bilhete de suspensão".

Anônimo disse...

É triste, muito triste, mas faz parte da escalada da violência que está destruindo nossa sociedade. Os valores tem sido totalmente deturpados e a vida e a decência são cuspidas em cada esquina.Em parte pode ser até o exemplo das lutas, não de professoras, mas das trabalhadoras em educação em seu estado de arte à moda Sininho .

Anônimo disse...

Que pais é esse ??????????

Anônimo disse...

A menina foi assassinada e a imprensa friamente diz que somente morreu.

Anônimo disse...

Com perdão, mas a manchete que li do Políbio, me fez pensar: "Ela não devia ter bebido isto." (....a menina TOMOU uma GRAVATA). Deveria ter tomado outros líquidos menos mortais.

Unknown disse...

A lei proíbe palmadas, mas não impede estes mimadinhos, que nunca levaram uma palmada, de dar uma gravata mortal na coleguinha.
Será que a xata da Xuxa choraria por esta garota assassinada como chorou no Senado no dia que aprovaram a lei " não se atreva a educar seu filho".

Anônimo disse...

Consequências da Educação dada aos nossos jovens hoje. Depois da investigação desse crime em todos os sentidos, seria excelente que a sociedade discutisse a Educação. Do jeito que se encontra é impossível continuar.

Anônimo disse...

Isso é o reflexo do descaso que o CPERS faz da Educação, com suas greves seguidas
Desprezando a lógica do ensinamento básico do aprendizado

Anônimo disse...

Isso é o reflexo do descaso que o CPERS faz da Educação, com suas greves seguidas
Desprezando a lógica do ensinamento básico do aprendizado

Anônimo disse...

Assassinato, já prenderam os criminosos ou estão protegendo os anjinhos?

Anônimo disse...

nao se viu marilha do rosario pedir lei marina da penha pra esta garota morta de maneira fria e cvalculista, assassinda igual se mata uma galinha, um flango

Anônimo disse...

Sugestão:
Prisão perpétua para a assassina ou o assassino que fez isso.
Porque os pais da vítima irão sofrer pelo resto da vida.

Anônimo disse...

Punição exemplar para todos os envolvidos.
Incluindo aqueles que administram a escola.
E os pais da pessoa que matou? Ficam sem punição?

Anônimo disse...

Cadeia para estas bandidinhas!!!

Anônimo disse...

Na Inglaterra, dois guris de 7 e 8 anos que mataram um bebê, foram presos e condenados a prisão perpétua. Aqui nestepaiz dominado pela esquerda marxista, essas gurias assassinas, não irão nem para Fase.

Anônimo disse...

A estudante foi ASSASSINADA, e a imprensa alivia a gravidade da noticia, onde esta a Policia o Delegado não vai Investigar...foi feita necropsia para determinar a causa da morte, e iniciar um inquérito. Sugiro a família desta estudante contratar um advogado para esclarecer este assassinato.

Anônimo disse...

Essa menina provavelmente foi assassinada por uma gangue dentro da escola, era o primeiro dia de aula dela nesta escola, a menina não conhecia ninguém. Aguardo o relato do Delegado e do inquérito, afinal foi um assassinato, e o Ministério Publico onde está. Que dificuldade para fazer o Estado trabalhar.

Wilson disse...

Muito Triste!

Anônimo disse...

O crime ainda não foi solucionado, talvez, para evitar o fragrante e até quem sabe possibilitar a fuga do(a) assassino(a), pois ao que se sabe os depoimentos serão prestados depois.