Menina de 12 anos foi quem estrangulou a colega Marta em Cachoeirinha

Além de entender que morte foi intencional em razão do estrangulamento, a polícia concluiu que o desfecho trágico poderia ter sido evitado caso a adolescente tivesse dito a verdade aos socorristas. Os profissionais do Samu que atenderam à ocorrência não sabiam que Marta (foto ao lado)havia sido estrangulada, pois não havia sinais externos.

Depois de ouvir 22 testemunhas, o delegado Leonel Baldasso, da 1ª Delegacia de Polícia de Cachoeirinha, concluiu a investigação sobre a morte da adolescente Marta Avelhaneda Gonçalves, 14 anos. Ela foi estrangulada por uma colega de 12 anos dentro da sala de aula.

A participação de outras duas meninas, que chegaram a prestar depoimento logo após o fato, foi descartada.

"De acordo com os depoimentos, uma delas correu para chamar a professora e a outra tentou separar as meninas que brigavam", explicou Baldasso.

O Procedimento Especial de Adolescente Infrator deve ser encaminhado ao Ministério Público até esta quarta-feira. Caberá à promotora da Infância e Juventude analisar as provas e decidir pela representação ou não da adolescente pelo ato infracional ao Poder Judiciário.


12 comentários:

elias disse...

E os pais ou responsáveis Tudo bem.?
Os nossos representantes no congresso que rpoibiram dar um bom tapa na bunda, vão ser ouvidos?
Bananão é o pais da impunidade.

Anônimo disse...

O ECA vai proteger esta anjinha? Que os esquerdistas dos direitos dus manus levem esta assassina para suas casas para conviverem com seus filhos do "outro mundo possível "!

Anônimo disse...

essas sao as criançinhas do ECA...

12 anos e ja mentindo em grupo feito politico pra se livrar dos rolos...

Anônimo disse...

Qual foi o motivo da briga?
Qual o tamanho da menina de 12 anos? Ela tinha compleição suficiente para cometer o crime e ainda afastar as demais testemunhas para que não interviessem?

Anônimo disse...

Para resumir, não vai dar nada! Ou vão meter a assassina na FASE até os 18anos? Duvido?

Anônimo disse...

Desperdício de dinheiro público com a investigação, após com a promoção do MP e ao final com o judiciário. Todos custam caro. Para ao final nada acontecer com a pequena assassina. E viva o Brasil da impunidade.

Pegasus disse...

Levem para fazer companhia para a filha da Maria do ossário outra vítima dos nefastos coxinhas.

Anônimo disse...

Esse é o modelo educacional instituído no Brasil. E viva a Pátria Educadora. Enquanto o povo não tomar ciência da política no Brasil, seremos escravos desses governos irresponsáveis e corruptos.

Anônimo disse...

É pouco provável que uma menina de 12 anos tenha força suficiente para estrangular outra jovem. Caberia investigar a intervenção de terceiro indivíduo, que a suposta acusada esteja protegendo.

Anônimo disse...

Bandida Mirim...

Anônimo disse...

O anônimo das 18:02 foi perfeito!!!

Anônimo disse...

Assassina desde tenra idade! Bandido e assassino já nascem prontos, apenas esperam a oportunidade para atuar!