Maggi manda demitir superintendentes do ministério da Agricultura no Paraná e em Goiás

O Diário Oficial da União de hoje publica a exoneração dos superintendentes da pasta no Paraná e em Goiás, dois dos Estados onde foi deflagrada na última sexta-feira a Operação Carne Fraca. A investigação da Polícia Federal apura um esquema de corrupção envolvendo fiscais do ministério e empresas do setor agropecuário.


Em ofício, assinado pelo secretário-executivo Eumar Roberto Novacki, Gil Bueno e Júlio Carneiro, titulares no Paraná e em Goiás, respectivamente, foram afastados definitivamente dos cargos que ocupavam

7 comentários:

Anônimo disse...

E o Avião, está na lista de Maggi?

Anônimo disse...

LULA FEDE A CARNE PODRE

O PT FEDE A CARNE PODRE

NEM HITLER, NEM O PARTIDO NAZISTA MISTUROU CARNE PODRE NA COMIDA DOS HUMANOS.

Anônimo disse...

Notaram que no diário oficial os dois são comissionados? VERGONHA.

Anônimo disse...

A patacoada da PF não tem como adjetivar. Incompetência, arrogância, vontade de aparecer, etc... etc...tudo com a ajuda de uma mídia sensacionalista, e sem nenhum critério crítico. Punição aos envolvidos sim, mas punição a milhares de empregados e empreendedores sérios da cadeira produtiva nacional, ai já é demais. Tudo apenas para aparecer e vender sensacionalismo. Os comentários e as manchetes, são nojentas de tão ignorantes.

Anônimo disse...

Esses dois funcionários desonestos e alguns frigoríficos causarão um grande prejuízo às exportações de carne brasileiras .!!!

Anônimo disse...



Se for CC's mandem o curriculum para a banca de talentos da prefeitura de Porto Alegre que serão nomeados ASAP.

Anônimo disse...

Seria o mínimo que o Ministro poderia fazer. Vergonhoso o estágio a que chegamos.