quinta-feira, 30 de março de 2017

Julgamento da chapa Dilma-Temer deve ser interrompido por pedido de vista

Marcado para começar na terça-feira, 4 de abril, o julgamento da ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pode levar à cassação do presidente Michel Temer e à inelegibilidade da presidente cassada Dilma Rousseff, deve ser interrompido por um pedido de vista. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou, o ministro Napoleão Nunes já sinalizou que deve pedir mais tempo de análise para se debruçar sobre o caso.

Com o pedido de vista, aumentam as chances de o julgamento ser concluído com uma composição diferente da atual. Os ministros Henrique Neves e Luciana Lóssio deixarão a corte eleitoral em abril e maio, respectivamente. Devem ser substituídos por Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira. No Palácio do Planalto, a expectativa é de que os novos ministros do TSE votem contra a cassação.

Até a conclusão desta matéria, Nunes não havia respondido à reportagem. Ele é o segundo ministro a votar, logo após o relator da ação na corte eleitoral, Herman Benjamin.

8 comentários:

Unknown disse...

LENIÊNCIA PURA DOS GUARDIÕES DA IMPUNIDADE!!!
Supremas Cortes e Tribunais de Contas!!!

Anônimo disse...

O mais o importante é que os direitos politicos de Dilma Vana Roussef sejam cassados, pelo menos é o que prevê o texto Constitucional e a Lei eleitoral. Espero sinceramente que o TSE não finja de cego e faça tábula rasa da lei. Vamos aguardar para ver.

Anônimo disse...

Pedido de vistas, não impedem que a Ministra Luciana Lócio e o Ministro Naves, adiantem seus votos.

Anônimo disse...

Tudo para salvar o Temer. Esse pedido de vistas é uma vergonha no país. Está na hora de regulamentar essa questão. Os julgadores sentam nos processos e liberam somente quando lhes interessa.

Anônimo disse...

Deixa o Temer trabalhar em paz até as próximas eleições e começar de novo. Aí o povinho vai decidir.

Anônimo disse...

Fazer de tudo pra proteger os comparsas em paz até as próximas eleições, foi isso que tu quis dizer né anônimo das 13:46?

Anônimo disse...

Todos cúmplices da impunidade!!!

Anônimo disse...

Engraçado que ninguém rememora os grandes comícios e grandes encontros dos ladrões traidores que governavam o Pais. Era uma festa a amizade que eles tinham entre si. Com a lava-jato a canalhada não tem mais amigos. Um covarde dedando o outro. Nem na cadeia eles se falam. Cada um mais cagado que o outro. O covarde canalha só arrota valentia quando sabe que o delegado joga no seu time. Estes que eles chamam de COMPARSA. QUANDO CHAMAM DE CUMPANHEIRO É O MESMO QUE CHAMAR DE OTARIO!