Herança maldita de Dilma, PT, acabou com 1/3 da economia de Caxias do Sul

Evolução do PIB de Caxias caiu 33,4% em seis anos. Os gráficos ao lado são da Zero Hora de hoje.

Em nenhum município do RS os efeitos devastadores da maior recessão em 117 anos foi medida com tanto rigor quanto em Caxias do Sul, RS, conforme demonstra reportagem consistente deste final de semana do jornal Zero Hora.

A herança maldita do PT (9% de queda do PIB em dois anos), foi esmiuçada nos seus grandes números pelos repórteres Cadu Caldas e Ivete Mazzaro (Clique aqui para ler a reportagem original). Os repórteres relataram que a recessão começou há três anos, como resultado da desordem provocada na economias pelo governo Dilma Roussef, pela indústria, ponto forte de Caxias do Sul e depois atingiu comércio e serviços. A crise não acabou. Janeiro, por exemplo, emplacou com vendas 13,1% menores no comércio lojista. No mesmo mes, o principal shopping center registrou desocupadas 20% das 400 lojas.

A atividade econômica encolheu a atividade econômica em 33%. 24,3 mil empregos foram perdidos em três anos
- 13,5% das vagas formais. 21 mil vagas sumiram dos setores metalmecânico e de material elétrico, os mais fortes, que no ano passado faturaram apenas R$ 11,2 bilhões, contra R$ 25 bilhões em 2010. A crise chega a cobrir todo o período de desordem petista, porque há 10 anos nenhuma empresa de médio ou grande porte instala-se na cidade.

A inadimplência das pessoas avançou 15% em três anos. 76 mil caxienses devem nas lojas.