Há mais razões para apostar na retomada", diz o novo economista-chefe do Bradesco

Nesta entrevista de hoje ao jornal Valor Econômico, o novo economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato Barbosa, afirma estar mais confiante na retomada da economia brasileira. Ainda que projete um crescimento de apenas 0,3% na média deste ano, ele avalia que hoje há mais chances de a realidade surpreender para melhor do que o contrário. 

A seguir, os principais trechos da entrevista.

Leia tudo:

Valor: A retomada começará, enfim, neste primeiro trimestre?
 Fernando Honorato Barbosa: No ano passado, as pessoas ficaram um pouco mais confiantes com a mudança na orientação da política econômica, com a mudança política, mas isso não veio acompanhado de melhora de emprego, renda, investimento. Aí há um elemento crucial, que são os juros. O que acho diferente desta vez em relação ao que ocorreu na passagem do segundo para o terceiro trimestre é a ação do Banco Central (BC).

(...)

Valor: Qual sua projeção para o PIB do primeiro trimestre?
 Honorato: Estimamos crescimento de 0,1%. Honestamente, com o grau de incerteza que nós temos, é zero a zero. Mas há trajetória de recuperação ao longo de 2017. Temos algo em termos anualizados de 2,5% a 3% no segundo semestre. É uma recuperação que vem devagarzinho, mas vem.
"Havia uma economia que estava desorganizada. Nesse cenário, os canais de transmissão não funcionam"

Valor: Vocês projetam crescimento médio de 0,3% em 2017. Esse número esconde uma trajetória ascendente ao longo do ano?
Honorato: Isso. 

CLIQUE AQUI para ler toda a entrevista.