Fiesp volta com o pato para as ruas. Espera-se o mesmo da Fiergs e Federasul.

O anúncio de inevitável aumento de impostos feito pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, fez com que a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) trouxesse de volta o pato inflável amarelo, símbolo da campanha da entidade no ano passado contra aumento de impostos;;

Saiu, ontem, o primeiro ato público, encarado como um recado dirigido para Meirelles.

Na quarta-feira, o ministro deixou clara a necessidade de elevar tributos para fechar as contas deste ano e garantir o cumprimento da meta fiscal. Meirelles disse ainda que alíquotas de impostos devem subir e que desonerações para alguns setores devem ser eliminadas.