sexta-feira, 24 de março de 2017

Estados fazem corpo mole no caso do Plano de Recuperação Fiscal. Vão acabar perdendo, como no caso da previdência.

O recuo do presidente Michel Temer no caso do enquadramento dos servidores estaduais e municipais no âmbito da proposta de reforma da presidência deveu-se ao corpo mole de governadores, prefeitos e parlamentares estaduais e municipais.

Eles não quiseram desgaste.

Isto volta a ocorrer no caso da proposta do Plano de Recuperação Fiscal.

As críticas de governadores como Sartori e de deputados como os gaúchos, são perfunctórias e visam livrar a cara de cada um.

O presidente Temer conhece este jogo de esconde-esconde.

5 comentários:

Anônimo disse...

São tudo corja, sempre legislando em interesse próprio, sempre visando o ganho futuro.
Os direitos deles estão sempre acima das leis e de qualquer um, enquanto o povo tem direitos mas não acesso a nenhum deles.
Um bando de bostas, covardes, corja.
Eles enganam esse povo miserável que não tem estudo que é tudo que eles querem e os que tem estudo eles tiram o trabalho que é a única forma de controlar.
Não existe neste lugar primitivo um político sério e honesto.
NÃO EXISTE!!

Anônimo disse...

Nada a ver com corpo mole de governadores, prefeitos e parlamentares estaduais e municipais.

Para que não é ignorante no assunto sabe que a previdência dos servidores municipais e estaduais não fazem parte da caixa preta da previdência social.

A CPI da Previdência vai esclarecer muitos dos reais motivos do rombo e as principais fontes de sangria.

Anônimo disse...

Não entendi. Se a intenção fosse esta não seria mais fácil deixar a lei Federal mandar? Para fazer nos Estados e municípios vai ter desgaste dos governos estaduais e municipais.

Anônimo disse...

Governos estaduais querem um motivo para poderem aumentar impostos, estavam quebrando a cabeça para saber como, agora sabem.

Anônimo disse...

Os Servidores Estaduais e Municipais de todo o País constituíam 86% dos Contribuintes. Restarão 14% , que deverão permanecer no âmbito do Projeto de Reforma da Previdência. Como a Polícia Federal e Juizes, fortes grupos de pressão, querem ficar de fora, valerá a pena fazer a Reforma para pouco mais de 10% dos contribuintes ???