Entenda os aspectos policiais, políticos e econômicos da Operação Carne Fraca.

6 comentários:

Anônimo disse...

Polibio, esperavas a PF descobrir o ANÔNIMO PTISTA que vinha bostar textos extensos nojentos aqui na tua sala?



Anônimo disse...

Políbio, a sua "ingenuidade" e condescendência com o governo do Temeroso e do ministro Robusto, são PATÉTICAS, devidas certamente a tua coloração partidária. A PF só chegou a 21 estabelecimentos , dos 4850 existentes, porque seu ponto de partida foi a denúncia do fiscal do Mapa das irregularidades do frigorífico Peccin - como prêmio pelas suas denúncias, ele foi transferido, já que não podia ser exonerado, como certamente desejariam os altos escalões da fiscalização corrupta do Mapa. Imagine quanto tempo demoraria para fiscalizar todos os estabelecimentos se para os 21 de agora, foram necessários 2 anos. Outro fato, que tu passou batido na tua análise, é a interferência de políticos na nomeação de cargos estratégicos nos serviços de fiscalização sanitária. O exemplo que foi extraído da operação Carne Fraca, foi o do agora ministro da justiça, que quando deputado saudava um dos cabeças da organização criminosa como "grande chefe". Certamente há muitos outros casos.
Atribuir ao modo como a PF fez a divulgação do resultado da operação aos fracassos financeiros e sociais, que certamente advirão é mais uma FALÁCIA. Achei até que a PF foi muito comedida e o delegado muito tranquilo na sua exposição. Quem ampliou o efeito devastador foi a mídia que deu ampla divulgação ao fato, a defesa fajuta dos grupos JBS E BRF feita através de matérias bombásticas veiculadas principalmente na rede globo, a própria rede globo que ocupou quase a totalidade de seu tempo no Jornal Nacional de sábado e segunda-feira fazendo a defesa, regiamente paga, dos grupos citados e principalmente pelas defesas inverossímeis feitas pelo ministro Robusto e pelo presidente Temeroso. A julgar pelo que estes últimos e os donos dos grupos disseram, a culpa de todo este imbroglio recai aos poucos fiscais corruptos dos poucos estabelecimentos investigados como se fossem eles os causadores do mal. Os fiscais corruptos são meros coadjuvantes dos verdadeiros corruptos, que são os donos dos frigoríficos, insaciáveis na sua ânsia por lucro, nem que para isso subornem a fiscalização com os propósitos de venderem seus produtos que não atendem as exigências sanitárias. Acho muito engraçado, que ninguém da grande mídia se refira a isso: OS VERDADEIROS CULPADOS SÃO OS DONOS DOS GRANDES GRUPOS - os pequenos lhe seguem o exemplo. Outro culpado que encontraram agora é a PF que através da operação Carne Fraca descortinou essa sujeira toda. Políbio, por acaso não conheces os irmãos Batista, "donos", entre outros ocultos, do JBS, ou Abílio Diniz, "dono", também entre outros ocultos, do BRF. São figurinhas carimbadas já e deverias conhecê-los muito bem, porque és um jornalista bem antenado. Para coroar toda esta fiasqueira tivemos aquele jantarzinho de picanha importada, oferecido, às nossas custas - que fique bem claro, pelo Temeroso, aos embaixadores, para convencê-los da excelência da nossa carne. Só faltou combinar com os "russos" ou seja os funcionários do restaurante Steak Bull, que deduraram ao Estadão a verdadeira procedência das carnes ali servidas. QUE FIASCO, TEMEROSO! Poderia ter ido numa churrascaria gaúcha, que teria sido servido de uma excelente picanha de angus, como bem sabemos que tenha, mas "esperto" como é e pretendendo impressionar os embaixadores, levou_os a esse restaurante de nome exótico.

Anônimo disse...

E quem te garante que isso não é pratica de mercado de todas? Como você disse no caso do leite, essa gente nunca aprende.

Anônimo disse...

que outra maneira deveria ter sido apresentado ? gabinetes ?

Anônimo disse...

Políbio
Dá uma conferidinha na picanha do Temeroso:
“A gente não trabalha com carne brasileira”, diz gerente de churrascaria de Temer"
http://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/a-gente-nao-trabalha-com-carne-brasileira-diz-funcionario-de-churrascaria-de-temer/
"Temer leva embaixadores a rodízio em Brasília; funcionários dizem que carne bovina é importada"
http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,temer-tenta-minimizar-crise-mas-leva-embaixadores-a-rodizio-de-carne-importada,70001706165

Ivan Alencar disse...

O redator colocou o dedo na ferida!
Tem comentarista que mais parece um idiota útil, inocente desavisado ou teleguiado pelas promoções que ela faz.
Na verdade coisas não muito limpas, em casos isolados, já muito ocorreram , ocorrem e continuarão a ocorrer, pois a o contexto humano não é perfeito, sempre em constante evolução, por isso a constante fiscalização.
A ideologia dos grandes campeões trouxe um desequilíbrio muito forte para a vida nacional, corrompeu demais, avacalhou o bom sendo e bem como o redator falou a parte amestrada da mídia faz por ressoar as maldades, sempre em detrimento das pessoas de bem. Ela bem sabe disso, promove e continua promovendo o fora.