Emílio Odebrecht falará, hoje, na Lava Jato. Moro irá interrogar o patriarca da Odebrecht.

Emílio Odebrecht, o patriarca e atual presidente do grupo Odebrecht, que inclui Braskem, falará hoje ao juiz Sérgio Moro. Ele está no rol das testemunhas de defesa de MO.

Será o dia do juízo final para Lula, que na lista de propinas do grupo, sempre aparece como "Amigo", no caso, amigo do chefão, Emílio.

7 comentários:

Anônimo disse...

PGE revelará segunda-feira os autores do calote de R$ 157 milhões aplicado no Badesul durante o governo Tarso Genro, PT
A Procuradoria-Geral do Estado dirá segunda-feira quem são os responsáveis pelos calotes de R$ 157 milhões sofridos pelo Badesul durante o governo Tarso Genro, PT, e que por pouco não quebraram o banco. O relatório final será apresentado em entrevista coletiva na manhã de segunda-feira no auditório da PGE. A sindicância apurou os empréstimos à Iesa Óleo e Gás, Wind Power Energy e D'Itália Móveis. Todas elas entraram em processo de recuperação judicial depois da aquisição dos financiamentos. Juntas, deixaram um prejuízo de R$ 157 milhões ao banco gaúcho, controlado pelo governo estadual. Os três contratos foram assinados entre 2011 e 2014, no governo Tarso Genro.(polibiobraga)

Anônimo disse...

O sujeito faz décadas que ficou milionário com obras públicas. Tu achas mesmo que foi só com o PT?

Unknown disse...

Menino do Rio... tremei!!!
PGE não é TCE... chupa petralha!!!

Anônimo disse...

O governo passado, cometeu o MAIOR ASSALTO AO DINHEIRO PÚBLICO, a nível mundial. Nunca em todo o mundo, um governo roubou tanto de um povo...!!!

Anônimo disse...

O "Amigo", tá milionário. Elle e os filhos enricaram com o dinheiro público.

Paolo Hemmerich disse...

Não esperem NADA desse depoimento, pois ele é apenas testemunha DE DEFESA do próprio filho, e ambos, pai e filho, já assinaram DELAÇÃO PREMIADA, de modo que, o MPF não tem interesse de fazer perguntas capciosas ao dito cujo, e muito menos a Orcrim tem interesse!! Talvez o juiz pergunte alguma coisa relevante, mas duvido muito!!!

Anônimo disse...

Acabou, o Emílio disse que não sabia que o palofi era o italiano, rs, rs.

Também não falou e não perguntaram se o Lula era o amigo?

E agora? ë o fim de mundo para quem?