Doleiros gaúchos fazem delação confusa. Um deles, Tonico, diz que Angorá é Moreira Franco.

Afinal, Angorá é Padilha ou Moreira Franco ? Nem os delatores se entendem. 

O doleiro porto-alegrense Antônio Albernaz Cordeiro, o Tonico, preso em março de 2016 na Operação Xepa, 26ª fase da Lava-Jato, e mais outros dois doleiros cujas identidades a Polícia Federal não revelou ainda, delataram políticos do PMDB para o qual deram dinheiro de propina. Tonico disse ter recebido em 18 de agosto de 2014 a missão da secretária Maria Lúcia Guimarães Tavares, lotada no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, responsável pelos pagamentos de propina da empreiteira. A mensagem determinava que ele entregasse o dinheiro a uma pessoa que se apresentaria como "Angorá".

"Angorá" é um dos codinomes pelos quais a empreiteira tratava o ministro Moreira Franco, mas azos investigadores, o doleiro disse apenas que se tratava de um "senhor alto e totalmente grisalho, que se identificou pela senha Angorá". 

Até agora, imaginava-se que Angorá seria Eliseu Padilha. 

A descrição corresponde ao perfil de Moreira Franco, mas o ministro não tem nada a ver com o RS.

As delações dos doleiros são bem confusas e não esclarecem muita coisa.

O doleiro citou pelo menos 22 operações feitas para a Odebrecht, em valores que nunca haviam superado R$ 100 mil por vez. Tonico descontava 3% de comissão para internalizar os recursos no Brasil.

O advogado confirma ao jornal  Zero Hora que as ordens para os pagamentos partiam dos diretores Fernando Migliaccio e Hilberto Mascarenhas, que também atuavam no Setor de Operações Estruturadas. Hilberto foi preso pela PF no mesmo dia em que Tonico. Migliaccio seria preso dias depois.

7 comentários:

Anônimo disse...

parece tatica combinada da defesa, onde cada um diz uma coisa diferente para tumutular as investigações, embaralhar o processo e fazer com que as delações fiquem desacreditadas...

Anônimo disse...

Angorá é perfeito...sem chances.. Padilha só parece um inspetor de alunos de colégio....e o autor do apelido angorá foi Brizola...alguns apelidos são geniais.. carangueijo ( Cunha) também é genial...Boca mole ( heraclito fortes) chega-se a ser bullyng...

Alberto disse...

Falando em Padilha o cara chegou de volta como se nada tivesse acontecido? Mas é muuuita cara de pau desse 'muçum'!

Anônimo disse...

e a midia hipocrita dá a noticia do ELISEU QUADRILHA como se nada tivesse ocorrido....é muito chapa branquismo.....pqp;

Anônimo disse...



O certo é que o furtivo gatuno, ou gato, é do PMDB.

Anônimo disse...

Angorá e o Moreirinha? Não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Até as pedras sabiam isso.

Anônimo disse...

Então os denunciados são dos golpistas que diziam, com Romero Jucá, Sérgio Sumido Machado e Sarney, disseram que não seria possível estancar a sangria das investigações sem tirar Dilma e colocar o também denunciado Michel Temer????? E que Teori Zavascki era um problema???? E que Renan Calheiros não estava aceitando o grande acordo nacional, incluindo o STF, porque não aceitava o fato de que Michel Temer era Eduardo Cunha, e Renan não aceitava vem Cunha. Mas Cunha, diziam eles, estava morto. De fato foi o único bode expiatório, nessa grande farsa pra tentar atingir o melhor presidente da história, e a segunda melhor presidenta da história. Não é mais preciso, para enxergar, tanta inteligência quanto antes - e para negar, atualmente só com muita estupidez - do tipo dessa estupidez desse pessoal que não se manifesta contra Temer.