Discussão sobre perdas com a Lei Kandir é fake

O ministério da Fazenda trata como piada o esforço de parlamentares e governos pela "atualização" das perdas com a isenção do ICMS sobre produtos e serviços exportados.

É o caso da Lei Kandir.

Minas e RS são os mais persistentes na cobrança.

A maior parte dos deputados estaduais fala em R$ 43 milhões.

Muitos leitores cobram uma posição do editor sobre o caso.

Acontece que não há caso algum.

É tudo factoide ou fake.

O STF até mandou o Congresso regulamentar a Lei Kandir, mas até agora deputados e senadores lixaram-se para a decisão da Corte.

Nada indica que mudarão de ideia.

Além disto, quem disse que a regulamentação contemplará interesses pretéritos ?