Decisão do STF traz segurança jurídica à Lava Jato

Nesta reportagem de Alan Rogério Mansur Silva, o Estadão de hoje explica que a  2ª Turma do Supremo Tribunal Federal tomou uma importante decisão para o futuro da Lava Jato, porque recebeu denúncia ajuizada pelo PGR Rodrigo Janot contra o senador Valdir Raupp e seus dois assessores, por crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Reconheceu que pode haver pagamento de propina disfarçado de doações eleitorais registradas. Este entendimento é a base de diversas denúncias apresentadas pelo MPF na Vara Federal de Curitiba e no STF.

A decisão é fundamental para o prosseguimento da Lava Jato nos moldes que conhecemos. 

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem.

11 comentários:

Unknown disse...

Até que enfim nossos senis acertaram uma!!!

Anônimo disse...

Mesmo assim não foi unânime.

Anônimo disse...

O voto do relator Edson Fachin foi seguido pelos ministros Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Dias Toffoli e Gilmar Mendes ficaram vencidos por aceitarem a denúncia somente pelo crime de corrupção.

Anônimo disse...

Um dos ministros defende os interesses petralhas, o outro os interesses coxinhas.

elias disse...

Senis ou servis?

Carlos Brackmann disse...

A decisão é uma aberração jurídica. É fundamental para seguir nos moldes de violações sistemáticas da legislação vigente. Pra quem gosta de linchamento público está perfeito.

Anônimo disse...

Meirelles, pai da reforma da Previdência, presidia o Friboi, que deve R$ 1,8 bilhão – Tribuna da Internet- 09-03-17

João Amaury Belem.
Estamos lendo e vendo na mídia brasileira a tal da reforma da Previdência Social, tendo em vista supostos prejuízos operacionais e rombos verificados. No entanto, o que temos no INSS são manobras orçamentárias, contabilidade ardilosa e desvios, não nos esqueçamos de Jorgina de Freitas, a advogada criminosa que liderava um esquema fraudulento que envolvia diversas autoridades, advogados, procuradores do INSS e juízes no Rio de Janeiro, com prejuízo equivalente a US$ 310 milhões dos cofres da Previdência. Um dos problemas da Previdência, ao que se diz, seria a DRU-Desvinculação das Receitas da União. Há informações de entendidos em Previdência Social que por força da DRU são desvinculados 30% das receitas da previdência social. O pai da reforma da Previdência Social é o ministro Henrique Meirelles, da Fazenda, através do secretário Marcelo Caetano. São dois tremendos caras-de-pau, julgam que todos nós somos neófitos e que as pessoas um pouco mais esclarecidas não sabem que Meirelles foi dirigente do grupo JBS-Friboi, que é o segundo maior devedor da Previdência Social. Portanto, o criador e incentivador da reforma da Previdência Social foi um dos principais responsáveis pelo calote dessa empresa, aplicado na Previdência Social e que gira em torno de R$ 1,8 bilhão. Afirmam os especialistas em Previdência Social que a dívida ativa junto ao INSS gira aproximadamente em R$ 420 bilhões. Assim, qual é a razão pela qual esse Michel Temer e seus asseclas não saem em campo para cobrá-la dos devedores? Esse sujeito não tem a mínima moral para descarregar esse pesado ônus sobre as costas dos trabalhadores e contribuintes brasileiros, recolhedores de tributos ao erário público.

Anônimo disse...

Realidade Histórica
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

A partir de 1530, Portugal investiu bilhões em ouro, na colonização do Brasil. Povoou nossa terra, deu-nos a "última Flor do Lacio, inculta e bela", administrou, protegeu e expandiu o País, expulsou potências invasoras e proclamou nossa independência, legando-nos o IMPÉRIO DO BRASIL.
Os comunistas / pluralistas e a casta política brasileira, por sua vez, são como saúvas, destroem tudo por onde andam!
Qual o legado de 32 anos de comunismo no Brasil? Destruição, traição, genocídio, miséria, epidemias, decadência moral, social, econômica e de costumes.
Ou nos libertamos desse credo demoníaco e da sua casta política ou perderemos a herança, que Portugal nos legou. Melhor dizendo, que os templários portugueses nos legaram.
Salve a terra da Santa Cruz!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/01/dilma-diz-que-governo-vai-em-busca-de-reequilibrio-fiscal-e-crescimento.html

Anônimo disse...

Isso vai gerar pânico nos políticos e o Janot com essa começa a dar as cartas.

Anônimo disse...

Parabéns STF!!
Pq nesta latrina é dificil fazer o que é certo, moral e de bem comum?