terça-feira, 21 de março de 2017

Coréia do Sul volta atrás e mantém compra de carne brasileira

China, Chile e União Européia ainda querem mais explicações e conclusão de suas próprias verificações.

A Coréia do Sul voltou atrás e decidiu manter suas compras de carne no Brasil. O governo e os importadores  coreanos aceitaram as decisões e explicações do governo e dos exportadores brasileiros.

4 comentários:

Anônimo disse...

Os Coreanos foram espertos em restabelecer o comércio senão mostrariam para o mundo que o seu sistema de inspeção era pior que o do Brasil, pois aceitava qualquer carne e não fazia nenhum teste.
A China por outro lado é muito esperta vão rejeitar tudo agora para negociar um descontão.

Anônimo disse...



Mas os preços foram renegociados, para baixo.

Perdemos de novo, pois os impostos arrecadados serão menores, ainda por cima os frigoríficos que trabalham com empréstimos a juros baixíssimos concedidos por bancos públicos mantidos com o dinheiro do contribuinte, correm o risco de darem calote.

Tudo por pilantragem de políticos corruptos do PMDB, PP e PT que embolsaram o grosso da grana e como resposta a sociedade, puniram com demissões sumárias os fiscais que levavam gorjetas, carne e até mesmo pizzas para consumo próprio, apenas para fazerem olhos grossos durante as fiscalizações.
Enquanto isto os verdadeiros culpado pelo sistema, vem à público com a maior cara-de-pau, tentar enrolar o contribuinte com desculpas esfarrapadas.

O certo é que além de comermos carnes e embutidos adulterados, ainda temos que pagar mais esta conta imposta por políticos corruptos.




Unknown disse...

Tranquilo... os orientais comem qualquer proteína viva... até aranha, escorpião, lagartas, etc...
Então, carne podre é luxo!!!

Anônimo disse...

Os importadores têm todo o direito de suspender suas compras de carne , até que tudo seja esclarecido. O que chama a minha atenção é o CHILE , país vizinho e historicamente amigo do BRASIL , ter feito parte do bloco precursor de países que suspenderam as importações. Bastante deselegante a decisão política do CHILE .!!!