Conheça os nomes e saiba quem são os presos da Operação Carne Fraca

Considerada pela Polícia Federal  como a sua maior operação, a Carne Fraca contou com mandados de prisão contra 37 pessoas. A investigação apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) em um esquema criminoso para liberação de licenças, fiscalização irregular de frigoríficos e também adulteração de carne vencida.

CLIQUE AQUI para conhecer os nomes e saber quem são.

9 comentários:

Alberto disse...

Foram se meter com a 'propinolândia' dos políticos tupiniquins achando que nunca seriam descobertos mas se deram mal. Para recuperar a imagem levará muito tempo pois países e consumidores estão com medo mas os partidos envolvidos, como sempre, dizem que "eu não sabia". Mais uma vergonha mundial e prejuízos para saúde de todos.

Anônimo disse...

tem q prender e jogar as chaves fora destes assassinos, tem que cassar o pt, pmbd e pp, e digo mais mestre polibio = deputado do pps ja havia denunciado a bandalheira da carne em 2012 mas o pt nao deu ouvidos e deixou o povo comendo podridao anos

Anônimo disse...


O MINISTRO DA AGRICULTURA ESTÁ MUITO NERVOSINHO.

NADA QUE UM BOM PAR DE ALGEMAS E DEIXÁ LO VER O SOL QUADRADO, NÃO RESOLVA.

FICOU MUITO NERVOSO.

MUITO SUSPEITO

Anônimo disse...

Os servidores envolvidos foram afastados. Os funcionários e empresários presos.



E os políticos envolvidos? Nada1 São inocentes úteis!

Anônimo disse...


A PF e o MPF de Curitiba são as únicas instituições confiáveis em todo o Brasil.

Lamentável que os procuradores do MPF da 4a Região, em Porto Alegre, não gozam da mesma confiança pelo povo gaúcho.

Há anos, décadas, que os governadores do RS, com exceção da Yeda Crusius que deixou o RS com superávit, terminam seus mandatos com bilhões de reais em déficits, e suas contas são sempre aprovadas pelo TCE, MPC, MPE, TRE, e o MPF no RS nem se pronuncia!!!
Devem ter muitos parentes nos grandes cargos do Estado, praticando o famoso "nepotismo cruzado".

Assim também as administrações municipais da Capital, que roubam há anos, e continuam na vida política, mesmo sendo altamente reprovados pela maioria dos eleitores.

Quando a própria Justiça é corrupta e politizada, como o STF, não tem como o Brasil ser respeitado pelo mundo afora.

Anônimo disse...


A PF e o MPF de Curitiba são as únicas instituições confiáveis em todo o Brasil.

Lamentável que os procuradores do MPF da 4a Região, em Porto Alegre, não gozam da mesma confiança pelo povo gaúcho.

Há anos, décadas, que os governadores do RS, com exceção da Yeda Crusius que deixou o RS com superávit, terminam seus mandatos com bilhões de reais em déficits, caso do F.D.P. do Pinóquio nanico bolivariano, mas suas contas são sempre aprovadas pelo TCE, MPC, MPE, TRE, TJ, e o MPF no RS nem se pronuncia!!!

Um montão de órgãos judiciais ganhando salários elevadíssimos, pra não fazer bos-ta nenhuma, e ainda mamando com os políticos por fora.

Devem ter muitos parentes nos grandes cargos do Estado, praticando o famoso "nepotismo cruzado".

Assim também as administrações municipais da Capital, que roubam há anos, e continuam na vida política, mesmo sendo altamente reprovados pela maioria dos eleitores.

Quando a própria Justiça é corrupta e politizada, como o STF, não tem como o Brasil ser respeitado pelo mundo afora.

Anônimo disse...


É impressionante o elevadíssimo número de sobrenomes italianos entre os criminosos.

Nas operações Leite Azedo também.

Carcamanos descendentes de outros que vieram do sul da Itália, e que organizaram-se para o crime, como a Máfia Siciliana.

Não aprovo os italianos, que sempre viveram às custas de outros povos, trabalhadores que tinham seus territórios invadidos e suas mulheres estupradas pelos imorais, bandidos chamados de romanos.

Mr. Lincoln disse...

A "carne fraca" é operação dos coxinhas da PF para colocar carne importada dos EEUU?

Anônimo disse...

Querem abrir o mercado para carne ianque.