domingo, 12 de março de 2017

Celso Ming, Estadão - A cobrança dos netos - CELSO MING

CLIQUE AQUI para ler, também, "A resistência das corporações", Marcos Lisboa.

Se essa reforma ficar apenas no cosmético e nas gambiarras, a atual geração corre o risco de ser acusada de egoísmo; a definição de um limite de idade é tecnicamente imprescindível

A reforma da Previdência Social é inevitável e inexorável, mas será incompleta.

Além disso, enfrenta grave potencial de conflito entre gerações e algumas grandes contradições. O que deixar de ser feito agora será dolorosamente cobrado no futuro, porque a conta será descarregada sobre os que vêm vindo aí.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

4 comentários:

Anônimo disse...

A DUREZA excessiva , principalmente os 49 anos de contribuição, levará os contribuintes ao mercado informal da economia e inviabilizará a Previdência. Por esta razão, mais inteligente seria cobrar os devedores das empresas públicas e privadas, acabar com as isenções fiscais, os perdões, efetivar o pagamento das dívidas à Previdência pelo GOVERNO FEDERAL, pois se sabe que os recursos da Previdência vêm sendo usados desde a construção de BRASÍLIA, por JK, passando pela construção da hidroelétrica de Itaipu, a hidroelétrica do São Francisco, a ponte Rio-Niteroi e outras obras , sem qualquer vínculo com a Previdência. Há um sério RISCO de morte no ar, a morte da Previdência pública .!!!

Anônimo disse...

No final a conta será dos coitados do INSS.
Querem apostar ?

Anônimo disse...

queremos 0 9 dedu chefao da orcrim na jaula e claro =a dilmetralha tambem- os 2 tubaroes maleeeditos que depenaram nosso pais em 14 anos

Anônimo disse...


Somos pelo FIM DA OBRIGAÇÃO de contribuir para o INSS GERIDO POR POLÍTICOS BANDIDOS.

Um conselho para os jovens estudantes que ainda irão cursar uma faculdade: façam Odonto ou Medicina, Engenharia Civil ou Arquitetura, Faculdades da área de Informática, como Análise de Sistemas, e

DE JEITO NENHUM sejam empregados de alguém.

IMPORTANTE: Fujam de Concurso Público, se têm AUTO-ESTIMA. É o PIOR EMPREGO - o do SETOR PÚBLICO.

Digo isso porque fiz Concurso Público pra Prefeitura Municipal de Porto Alegre, e o ambiente de trabalho é decrépito, todo sucateado, um lixo parecido com o Presídio Central. E cheio de chefes políticos imorais e corruptos.

Me aposentei tão logo cumpri os requisitos obrigatórios pra tal e, depois disso, não passo perto nem olho para o prédio/sede da SMOV, onde trabalhava!! Desde então redescobri a felicidade perdida!!

Sugiro, de coração, de experiência própria, que desde cedo economizem para montar seus próprios consultórios, até dividir espaços e despesas com outros colegas, mas NUNCA aceitem emprego público, ou com carteira assinada!!!

Não contribuam jamais pro INSS, porque o governo, e seus POLÍTICOS BANDIDOS, não pagam e ainda raspam toda a grana dos cofres do INSS.

Não sejam futuras vítimas do INSS, e dos POLÍTICOS que o saqueiam, CRIMINOSOS DE COLARINHOS BRANCOS E MUITO DINHEIRO NAS CUECAS.

PELO FIM DA DRU - Desvinculação das Receitas da União,
que já subiu pra 30%!!!

DRU é INCONSTITUCIONAL!!

DRU é DESVIO DE DINHEIRO das contas da PREVIDÊNCIA SOCIAL, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, SAÚDE, etc.