CCJ aprova união estável entre gays

A CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) do Senado aprovou, na manhã desta quarta-feira, um projeto de lei que altera o Código Civil para reconhecer a união estável entre pessoas do mesmo sexo e para possibilitar a conversão dessa união em casamento.

Foram 17 votos favoráveis e uma abstenção. A comissão tem 27 integrantes.

A decisão é terminativa, ou seja, o projeto de lei pode ser encaminhado para a Câmara dos Deputados para aprovação, se não houver pedido de recurso para votação no plenário do Senado nos próximos cinco dias úteis.

8 comentários:

Mordaz disse...

Levamos dois mil anos de opressão do catolicismo para finalmente recuperar a civilidade greco-romana de liberdade religiosa e de respeito aos homossexuais. O catolicismo e o cristianismo foi o responsável da homofobia no mundo.

Anônimo disse...

UNIÃO ESTÁVEL SIM. CASAMENTO EM IGREJA SÓ PELA LEI DE DEUS OU SEJA UOMO E DONA PARA GERAR DESCENDENTES. CASAMENTO DE ÉGUA COM JUMENTO NÃO EXISTE! E NEM ENTRE ÉGUA E BESTA! OU ENTRE CAVALO E JUMENTO OU BURRO OU ASNO!

Mr. Lincoln disse...

Foi-se o senso do RIDÍCULO e o amor à NATUREZA.

Anônimo disse...

Vamos lá macacada! Vamos colar velcro e queimar a rosca!

Carlo Germani disse...

Que os gays façam o que bem entenderem de suas vidas afetivas-sexuais.

O que não pode acontecer é a pretensão de classe social especial.

Anônimo disse...

O que os partidários da união estável entre gays é conseguir mais penduricalhos como qualquer esposa ou esposo tem direito em relação a aposentadorias,pensões no serviço público etc.
Imaginem um Juiz ou Desembargador simplesmente resolve quando mais velho se juntar com um garotão e passar pensão vitalícia para o mesmo.
Cada um dá o que quer, menos dinheiro do contribuinte.
Vou sugerir ao meu neto de 16 anos que o mesmo comece a visitar um alto funcionário do judiciário que é gay e gosta de boas companias.

Luiz Ignácio disse...

Tô de saco cheio com o culto a viadagem e ao machorrismo, como se isso fosse normal.
Isto é coisa que sai da cabeça doente e carregada de vermes destes esquerdeopatas.

Anônimo disse...

Que não são normais, ah! isso não são!