Brasil cria 35 mil vagas formais após quase dois anos de cortes

O setor de serviços e a indústria de transformação puxaram a geração do emprego com carteira assinada no país. Em fevereiro, o mercado de trabalho brasileiro gerou 35.612 vagas.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, o setor de serviços gerou 50.613 postos de trabalho e a indústria de transformação mais 3.949.

3 comentários:

Anônimo disse...


Isto é fake do Temer, pra criar uma falsa agenda positiva, diante das saias justas de seus ministros e aliados parlamentares, diante da divulgação da lista de Rodrigo Janot, petralha a serviço de Lula.

Com esta lista de Janot, Lulacraia tira poder dos parlamentares de outros partidos, forçando-os a aprovarem as reformas impopulares feitas pelo PT nas gestões bolivarianas.


E os ministérios de "notáveis" que Temer prometeu?

Unknown disse...

Nada a comemorar!!!

Anônimo disse...

boa